Câmara de Gilbués aprova LDO

Ocorreu na última sexta-feira (21), Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de Gilbués-PI, em pauta, votação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), elaborada na última quarta-feira (19), também votação pela aceitação ou não das denuncias levadas à Casa pelos populares Breno Aguiar e Wolmer Henrique, contra o Presidente da Câmara, Dimas Rosa, e contra o vereador Morvam, por quebra de decoro parlamentar e suposta usurpação do patrimônio público, respectivamente.

Tendo sido analisada e discutida, a LDO seguiu para votação, tendo esta sido aprovada por unanimidade, com oito votos favoráveis. Em seguida votação da denúncia apresentada pelo Sr. Breno Aguiar, para tal votação, sendo o Presidente da Casa o denunciado, este por sua vez concedeu ao vereador Henrique Guerra o direito de conduzir a apresentação e votação como Presidente interino, conforme permite a lei, a denúncia não foi aceita, tendo apenas dois votos a favor e seis contra.

A última pauta da noite a ser votada foi denúncia contra o legislativo, Sr. Morvam Figueiredo, por supostamente ter usurpado do patrimônio público, de acordo com o denunciante, invadindo e loteando terras dentro do perímetro municipal. O Sr. Morvam em suas falas apresentou diante do plenário e dos nobres colegas, provas que segundo o mesmo atestam a legalidade da demarcação de suas terras. A votação ocorreu amparada na argumentação da vereadora Iara Aguiar, que a denúncia fosse aceita não por usurpação, e sim pela aviventação do patrimônio, fazendo a demarcação dos limites gerais do Município, tendo sido acatada pelos demais parlamentares. A denúncia foi aceita por unanimidade, dentro das fundamentações acima mencionadas.

Sem nada mais a declarar, deu-se por encerrada a Sessão.

Fonte: ASCOM

%d blogueiros gostam disto: