Firmino diz que governo Wellington Dias passa por “desmoronamento”

O prefeito Firmino Filho (PSDB) voltou a subir o tom contra o governo Wellington Dias. Segundo ele, a gestão do petista passa por um desmoronamento.

Para Firmino, a dificuldade na gestão pode levar o PT a não ter um candidato. O prefeito chega a afirmar que a situação é “vexatória”. 

“O PT passa por crise de identidade. Diante desse desmoronamento que passa o governo de Wellington Dias, o PT não sabe nem se terá candidato a prefeito de Teresina. O partido tinha uma história na cidade e hoje nem sabemos se terá candidato. Parece que a situação está tão vexatória que será obrigado a apoiar outro candidato e se reinventar nesse outro palanque”, declarou.

O prefeito ainda não apresentou seu candidato a prefeito, mas desafia o governo a comparar os modelos de gestão.

Reunião com Ciro Nogueira

Na terça-feira (03), Firmino irá se reunir com o senador Ciro Nogueira em Brasília. Eles vão tratar de questões administrativas e também de política.

“Viajo amanhã para Brasília. Devo ficar terça e quarta. Nesta viagem temos demandas importantes. São no Ministério do Desenvolvimento Regional. Temos a galeria do Torquato Neto.  A prefeitura já fez a licitação. Só precisa da autorização do início de obra que só pode ser emitida pelo ministério. Vamos demandar com a nossa bancada a liberação dessa obra. Outra é o Centro de Controle operacional do Inthegra. Só precisamos da autorização do ministério.  Estaremos com os senadores Ciro Nogueira e Marcelo Castro. Todas as vezes conversamos de política especialmente com Ciro que é um grande aliado. Vamos falar de política, debater a conjuntura”, destacou.

O prefeito afirma que se encontra na reta final da escolha do candidato.

“São várias pesquisas. Estamos na fase final. Tem uma pesquisa que já li umas 10 vezes.  Daqui a pouco decoro.  Tenho o diagnóstico do quadro. As coisas estão clareando. Até o dia 17 saberemos quem terá a responsabilidade de defender esse modelo de gestão. Ainda faremos debates internos. Temos várias alternativas ainda”, disse.

%d blogueiros gostam disto: