Operação Policial prende empresários acusados de vender medicamentos falsos

Na manhã desta terça-feira (17/03), a Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR), deflagrou nas cidades de São Paulo-SP, São Caetano do Sul-SP e Cotia-SP, a Operação Sanitatem, visando o cumprimento de cinco mandados de prisão temporária e dez mandados de busca e apreensão contra empresários, colaborares e empresas do ramo de medicamentos.

A investigação foi iniciada a partir da denúncia de um hospital do Piauí, que percebeu ter adquirido medicamento falsificado para tratamento de câncer, após um paciente utilizar a droga e verificar que a mesma apresentava características e coloração diferentes da usual. 

Suspendido imediatamente o uso da medicação pelo hospital e comunicado o fato à Policia Civil do Piauí, foram empreendidas diligências. Com o avanço da investigação, a polícia constatou que essa mesma empresa, sediada em São Paulo-SP, já havia também comercializado a referida medicação oncológica falsificada para hospitais e clínicas dos Estados de Goiás, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul e outros.

Além dos policiais da DECCOR, participam da operação, policiais civis da Diretoria de Inteligência da SSP-PI, de Goiás, São Paulo e um perito do Instituto de Criminalística do Piauí. Cerca de 75 policiais participam da operação.

A Polícia Civil do Piauí destaca que no Estado de Goiás, policiais investigam quatro mortes de pacientes que usaram essa medicação, tendo inclusive uma já sido confirmada e profissionais indiciados.

A Operação Sanitatem foi assim batizada por o termo em latim corresponder à cura, limpeza, bem estar, purificação.

Com informações da Rede Meio Norte

%d blogueiros gostam disto: