São João do Piauí: Três candidatos, três pesquisas, três líderes

A farra das pesquisas eleitorais no Piauí nas eleições de 2020 parece ter chegado ao ápice. No município de São João do Piauí, a 454 km da capital, três candidatos disputam a prefeitura. Nos últimos dias, os três repercutiram pesquisas eleitorais, e em cada uma delas o líder é diferente. Cada candidato, obviamente, divulgou a que lhe apresenta na frente.

No dia 29 de outubro, o candidato Ednei Amorim (MDB), apoiado pelo governador Wellington Dias (PT), divulgou em suas redes sociais pesquisa do instituto Amostragem. Nela, Ednei lidera a disputa com 39,43%, quase 14 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Quatro dias depois, em 3 de novembro, o candidato Eduardo Moura (PSD) divulgou em suas redes sociais uma pesquisa do instituto Estimativa. Nela, é ele Eduardo quem lidera a corrida com 37,67% das intenções de voto, quase nove pontos à frente do segundo colocado.

Na quarta-feira (4), foi a vez do candidato Dr. Alexandre Mendonça (PSB) divulgar uma pesquisa e repercutir os números pela cidade. No levantamento feito pelo desconhecido instituto Morais & Dias Instituto de Opinião Pública, Alexandre é quem lidera a corrida. Ele aparece com 31,39%, quase dois pontos percentuais na frente do segundo colocado.

As três pesquisas com resultados totalmente diferentes foram realizadas praticamente no mesmo período, compreendido em um espaço temporal de 12 dias. A que colocou Ednei Amorim na frente foi feita entre 17 e 19 de outubro, com registro nº 03530/2020 no TRE-PI.

A que colocou Eduardo Moura na primeira colocação foi realizada entre 23 e 24 de outubro, com registro PI-05856/2020. Já a que traz Alexandre Mendonça como líder foi feita entre os dias 27 e 29 de outubro e registrada com o número PI-04033/2020 no TRE. A Justiça Eleitoral sabe, portanto, da existência delas e dos seus respectivos resultados.

Por Gustavo Almeida

%d blogueiros gostam disto: