Bolsonaro comemora recorde na geração de emprego no Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), comemorou nesta quinta-feira (26) o saldo positivo na geração de empregos que o Brasil alcançou no mês de outubro deste ano. Ao todo, foram 394.989 vagas, sendo um número considerado como recorde histórico.

Segundo o presidente, esse foi o 4º mês consecutivo de resultado positivo, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia.

Meses anteriores

Em setembro, a abertura de postos de trabalho somou 311.552. O resultado de outubro decorreu de 1,548 milhão de admissões e 1,153 milhão de demissões. Em outubro de 2019, houve a abertura de 70.852 vagas com carteira assinada.

O resultado do mês passado veio bem acima do projetado pelo mercado financeiro. O intervalo das estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast previa abertura líquida de vagas de 149.797 a 340.000. A mediana da pesquisa, de 213.329 vagas.

Acumulado ainda negativo

No acumulado do ano até outubro, o saldo do Caged ainda ficou negativo em 171.139 vagas.

Os piores meses no Caged foram março, com perda de 268.999 vagas, o fundo do poço de abril, com a destruição de 942.774 empregos formais, e maio, com a demissão líquida de 363.412 trabalhadores. Os dados dos meses anteriores foram atualizados nesta quinta-feira pela pasta.

%d blogueiros gostam disto: