Perseverança: vendia lanche em estádio, virou goleiro e agora busca título no Flamengo-PI

O sonho de muitas crianças no futebol começa no meio da torcida, nas arquibancadas. No caso de Vágne Hugo, foi um pouco diferente. Quando menino, ele vendia lanches no estádio Helvídio Nunes, na cidade de Picos, e foi chamado para treinar no clube da cidade, mas garante que não tinha pretensões no esporte. Virou goleiro, foi vice-campeão estadual e agora vai buscar o título pelo Flamengo-PI no Campeonato Piauiense 2021.

Parece coisa do destino, mas o menino Vágne Hugo, para ganhar uns trocados em Picos, vendia “dida” (conhecido como dindim ou sacolé em outros cantos do Brasil). Mas ele chama o doce gelado justamente pelo nome do ex-goleiro Dida, pentacampeão mundial com o Brasil em 2002.

Nessas andanças nos jogos de Picos, Vágne Hugo acabou indo treinar na escolinha do clube. Um dia, pediram que ele fosse para o gol. De lá, o garoto que vendia “dida” abraçou a profissão do ex-goleiro da seleção brasileira.

Vágne Hugo ficou na base do Picos em 2011 e 2012. Depois foi para São Paulo, onde treinou em um time de um empresário. Em 2014, voltou para Picos e depois defendeu o Sabiá-MA. No ano seguinte, vestiu a camisa do Colo-Colo-BA e da SEP. Em 2016, foi atleta da base e quarto goleiro do time principal do Friburguense.

A passagem no futebol fluminense foi a última do goleiro fora de sua terra natal. Em 2017, Vágne chegou ao Flamengo-PI, mas não entrou em campo na Copa Piauí por problemas na sua transferência. No ano seguinte, defendeu o Piauí no estadual. E voltou a vestir a camisa da SEP em 2019, quando conquistou o título da Série B, e 2020, sendo vice-campeão da Série A do Campeonato Piauiense.

A temporada passada foi prejudicada por conta de um corte no pé. Quando Vágne Hugo se recuperou, havia perdido a titularidade para Vítor. O vínculo com Picos terminou, e o goleiro recebeu um convite do técnico Aníbal Lemos.

Por enquanto, Vágne Hugo disputa a vaga de titular no Flamengo-PI com o goleiro Tom. Os dois se alternaram em campo nos jogos-treinos realizados pelo Rubro-Negro na pré-temporada. A diretoria negocia com mais um jogador para a posição.

A estreia no Campeonato Piauiense será dia 20 de fevereiro, fora de casa, contra o Altos. Mas há outro jogo na tabela que reserva fortes emoções para o goleiro: dia 7 de março, contra Picos, clube que o revelou.

– Eu sempre sonhei com isso. Mas eu posso ir, respeitando, fazer uma ótima partida. Só tenho a pensar coisas boas. Passado é passado. Agora eu estou pensando no meu presente e no meu futuro – completa Vágne Hugo.

Vagne Hugo e Tom, goleiros do Fla-PI — Foto: Jade Araujo / ge Piauí

(*) Matéria de Fábio Lima, Globo Esporte

%d blogueiros gostam disto: