Prefeito Maxwell da Mariinha leva mensagem de esperança na abertura do ano legislativo de Altos

O atual Prefeito de Altos, Maxwell da Mariinha, compareceu a abertura dos trabalhos do poder legislativo municipal onde fez a leitura da sua mensagem. O gestor fez um raio-x da situação em que encontrou a prefeitura e as ações que já conseguiu desempenhar, ainda que com dificuldades.

“Todos nós precisamos saber a fundo a atual situação do município. A cidade não foi entregue, foi abandonada. Pegamos como uma prefeitura falida. Encontramos uma cidade literalmente no apagão. Iniciamos a gestão administrando no escuro”, destacou o gestor.

Entre os problemas detectados, o mais grave é o rombo na previdência própria na ordem de 12 milhões de reais, o sumiço do recurso da COVID-19 na ordem de 9 milhões de reais, débitos com Agespisa de 700 mil reais, o atraso de salários dos servidores efetivos e aposentados, o sucateamento dos órgãos públicos e do maquinário e a omissão de documentos da prefeitura.

“Trabalharei solucionando problemas. Não me esconderei por trás de erros da gestão passada para me esquivar de minha responsabilidade”, reforçou o prefeito que pediu aos vereadores uma harmonia entre os poderes. “Proponho trabalhar harmonicamente, desprovidos de tempos de arrogância, sem propagandas falsas”, ressaltou.

Em 50 dias de gestão, mesmo diante de tantas dificuldades e omissão de informações, Maxwell da Mariinha disse que já pagou salários atrasados de dezembro e janeiro de efetivos e aposentados injetando mais de 3 milhões na economia local, fez a limpeza dos prédios públicos como, por exemplo, a Secretaria de Saúde que estava inabitável e postos de saúde que viviam ambientes insalubres, colocou em dia a limpeza da cidade através do Plano Emergencial da Coleta de Lixo, empossou professores aprovados no concurso que vinha sendo protelado pela gestora anterior, deu autonomia para a Guarda Municipal escolher o comandante democraticamente, organizou o sistema educacional e acabou com as filas para matriculas, retomou o trabalho sanitário de combate ao Coronavírus e está acelerando a vacinação dentre outras ações e elaborações de projetos.

O gestor disse que visitou diversos órgãos públicos municipais e ouviu as necessidades dos servidores para atender a população. Ele se propôs colocar uma psicóloga no Creas, conseguir transporte para o Conselho Tutelar e para a Guarda Municipal. Se reuniu com os artistas onde se colocou a disposição para ajudar com apoio em lives e desvendar a forma que foi aplicado os recursos da Lei Aldir Blanc para que a sobra possa alcançar aqueles que foram excluídos, logo após autorização do Governo Federal. “Todos em nosso governo serão tratados com respeito”, informou.

“Estamos construindo um novo governo de harmonia com a população, marcado acima de tudo pela esperança que gera novas possibilidades de realizações. Nossa conduta será de diálogo franco e aberto com todos os segmentos da sociedade altoense”, destacou.

O Prefeito ainda fez um comparativo de como entregou a Câmara de Vereadores quando finalizou seu mandato a frente da presidência onde repassou para sua sucessora de forma clara e sem débitos. “Deixei quitado todas as obrigações e não deixei nenhum débito para minha sucessora”, pontuou. Maxwell encerrou sua gestão como presidente com R$ 161 mil reais em caixa. O valor foi transferido de volta para os cofres municipais e será destinado à Guarda Municipal.

%d blogueiros gostam disto: