Prefeitura de Altos e LACEN firmam parceria para 2 mil testes periódicos

A Prefeitura de Altos através do Centro de Testagem Rápida do município firmou parceria junto ao LACEN (Laboratório Central de Saúde Pública no Piauí) após aderir ao programa “Diagnosticar para Cuidar” possibilitando a obtenção de mais 2 mil testes RT-PCR, que são realizados pela coleta nasal (nariz). Antes, 800 testes eram recebidos pelo município, e hoje, o limite salta para 2 mil testes periódicos para a COVID-19.

O paciente que apresentar sintomas gripais deve procurar a Unidade Covid, no Instituto de Saúde José Gil Barbosa. Uma avaliação médica é feita para identificar os sintomas e em seguida agendada data para realização do teste. O RT-PCR (teste nasal) será feito entre o terceiro e o quinto dia de sintomas.

Antes do período adequado, ao paciente é recomendado isolamento tomando medicações necessárias e recebendo orientações pelo telefone.

A enfermeira Lia Raquel, do Centro de Testagem Rápida de Altos, fala da importância da parceria. “O limite de testes para Altos saltou de oitocentos para dois mil, o que representa uma margem maior para testagem. Com mais agilidade na prestação de contas dos casos via notificações, mais testes vão sendo liberados. Assim podemos tomar decisões mais acertadas no combate à pandemia”, disse.

O prefeito Maxwell da Mariínha enaltece o trabalho da equipe de Saúde do município. “Parabenizo à equipe do Centro de Testagem por conseguirem êxito na parceria, que traz mais testes e nos dá uma dimensão mais realista do problema da Covid em Altos. Será um grande auxílio para tomarmos decisões certeiras e antecipadas. A saúde da população altoense ficará mais precavida”, salientou o prefeito.

Diagnosticar para Cuidar

O “Diagnosticar para Cuidar” é um programa do Ministério da Saúde que busca a ação integrada entre a Vigilância em Saúde e a Atenção Primária e Especializada à Saúde para identificar e tratar precocemente os casos de Síndrome Gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave e diagnosticar laboratorialmente a COVID-19. Os eixos de ação do Programa são baseados no diagnóstico laboratorial precoce e na busca e identificação de contatos de modo a tornar mais efetiva as ações não farmacológicas de controle, proporcionar acesso ao tratamento precoce nos casos aplicáveis, monitorar e limitar o avanço da doença e, principalmente, subsidiar os gestores para a tomada de decisões a nível nacional, regional e local.

%d blogueiros gostam disto: