O candeeiro

José Vitor Fontinele

 

 

Imagens de Candeeiro antigo, fotografias de stock Candeeiro antigo | Depositphotos

Depositphotos  

 

Um homem, na frente de uma vereda, sozinho, perdido, triste e
imerso numa solidão inimaginável, mas deve seguir; pegar a trilha que o
leva para sua casa, mesmo com poucas estrelas no céu, sem a luz da lua
para iluminá-lo, adentra a estreita vereda em mata fechada, habitada por
criaturas que animam a noite lhe vivificando, como o bater de asas de
uma coruja branca, os sons dos rastros de animais, os grilos, e o esturro
de uma onça. No entanto, ele deve seguir, se não o fizer, como voltará
para casa?

A noite é infindável para ele, sua única vantagem seria seu
candeeiro se estivesse aceso ou, se, de posse de algo para acendê-lo,
condição sem a qual dificulta seu trajeto na vereda da vasta e densa mata
que o leva ao seu destino, mas o desânimo que o assola acaba por tornar
esse fato despercebido e ele começa a dar seus primeiros passos, de
certo modo inconsciente, como quem age por instinto.

No começo é difícil, são muitas as dificuldades, mas ele vai de
encontro a todas, não se deixa abalar pelo medo, e essa sua crença já
faz faiscar seu candeeiro. Contudo, mais um pouco à frente a resignação
pelos esforços empreendidos para se chegar à sua morada faz cintilar
uma pequena luz, essa já há de clarear um pouco seu caminho, e, antes
de chegar em seu destino, o candeeiro resplandece, e, agora, ele, com o
braço levantado à altura de sua cabeça, pode ver com nitidez tudo que o
cerca e está em seu caminho: os galhos com espinhos, pedras, buracos,
um tronco atravessado… E, assim, chega ao final, pois suas virtudes
morais sempre o acompanharam, e, à medida em que ele demonstrava
estar determinado, era recompensado pelo bom homem que sempre foi 

 

Nota do autor: A casa é onde devemos chegar, isto é, os objetivos
almejados, mesmo que as circunstâncias nos pareçam desfavoráveis, na
vereda da vida, pois o que garante que, decerto, chegaremos é o
candeeiro, a alma, morada das virtudes humanas, as quais nos facultam
agir com determinação diante do que nos é posto e à medida em que
nossa credulidade vai se tornando mais patente, logramos êxitos.

%d blogueiros gostam disto: