Piauí é onde se gasta menos tempo no deslocamento para o trabalho

Em média, os trabalhadores do Piauí gastam cerca de 3,1 horas semanais no trajeto de ida e volta para o trabalho. É o menor tempo médio de deslocamento do país, onde, geralmente, se gasta 4,8 horas no percurso. Os dados consideram as pessoas com 15 anos ou mais de idade que estavam ocupadas na semana de referência da pesquisa. O levantamento foi feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019.

Piauí é onde se gasta menos tempo no deslocamento para o trabalho - Imagem 1

O tempo de deslocamento aumenta quando consideradas somente as capitais. Em média, os habitantes desses municípios gastam 6,4 horas semanais no trajeto de ida e volta para o trabalho. Teresina (PI) tem, juntamente com Campo Grande (MS), o sexto menor deslocamento médio, de 4,5 horas semanais.

Os trabalhadores com 15 anos ou mais de idade do estado do Rio de Janeiro são os que gastam mais tempo no trajeto de casa para o trabalho, sendo 6,7 horas semanais em média. Já entre as capitais, a cidade de São Paulo sai na frente com média de 7,8 horas semanais gastas no deslocamento para o trabalho. 

Ainda de acordo com a pesquisa, quase metade (46,7%) dos trabalhadores piauienses com 15 anos ou mais de idade gastavam menos de 30 minutos diários de deslocamento para o trabalho. Cerca de 26,4% passavam de 30 minutos a menos de uma hora diária no trajeto de ida e volta do trabalho para casa. Aproximadamente 18,8% gastavam entre uma hora e menos de duas horas e 8,1% usavam duas horas ou mais.

Fonte: IBGE

%d blogueiros gostam disto: