Vídeo: Fantástico repercute duplo assassinato dos jovens Anael e Luian em Teresina

O programa Fantástico, que vai ao ar aos domingos pela TV Globo, repercutiu para todo o país o duplo assassinato dos jovens Anael Natan Colins Souza da Silva, de 17 anos, e Luian Ribeiro de Oliveira, de 15 anos, na noite de hoje (13/02). 

Segundo o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o empresário João Paulo Carvalho, de 35 anos, Francisco das Chagas Sousa e Guilherme de Carvalho Sousa são os acusados pelo crime. Os três foram presos no último dia 8 de fevereiro de 2022.

Adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira, de 16 anos, e Anael Natan Colin, 17, foram assassinados em Teresina
Adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira, de 16 anos, e Anael Natan Colin, 17, foram assassinados em Teresina    Reprodução/Fantástico

De acordo com a reportagem, João Paulo teria sido sócio de um clube de tiros. Após conseguir licença para adquirir uma arma, não compareceu mais ao local. A arma adquirida é uma pistola 9mm utilizada nos homicídios, cujos disparos teriam sido efetuados por Guilherme.

“Essa pistola de calibre restrito, utilizada nesse crime foi comprada em razão dele [empresário João Paulo Carvalho] ser atirador”, disse o delegado da Polícia Civil do Piauí, Luiz Guilherme de Sousa.

“Eu fiquei sem chão na hora que eu soube, ver o meu filho ali era a minha vida, praticamente minha vida acabo na hora que eu soube”, falou Luciano Luiz de Oliveira, pai de Luian. “Receber meu filho em um caixão é uma dor muito grande, é uma dor que não desejo para ninguém. Eu receber meu filho no dia do aniversário dele, dessa forma”, comentou Maria da Cruz Ribeiro, mãe de Luian.

Familiares dos adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira, de 16 anos, e Anael Natan Colin, 17, pedem justiça
Familiares dos adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira, de 16 anos, e Anael Natan Colin, 17, pedem justiça    Reprodução/Fantástico

“Que eles continuem presos, que não venham depois nenhuma autoridade soltar eles, que continuem pagando pelo crime até o julgamento final”, falou Ailton Pereira, pai de Anael.

Veja a reportagem no vídeo abaixo: 
https://www.youtube.com/embed/n0Z9zyei4zs

Inquérito

Até o momento é possível afirmar, com base nas declarações dadas pelo delegado Francisco Costa Barêtta que Anael e Luian foram a uma festa que acontecia ao lado do sítio de Francisco. Aparentemente, eles não possuíam dinheiro para pagar a entrada do evento. Tentaram entrar no local pela casa de Francisco, nisso, foram surpreendidos por Francisco e o filho Guilherme e imobilizados. 

Eles pediram ajuda de João Paulo, que foi até o local e juntamente com o primo Guilherme colocaram os dois jovens em uma caminhonete e os levaram até um matagal no povoado Anajás, zona Rural Leste de Teresina.

Lá no lugarejo é que os rapazes foram executados, em um matagal há cerca de 30 metros da pista. Ainda segundo o titular do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Barêtta, Anael e Luian foram colocados de joelhos e alvejados com disparos na nuca, pelas costas, com a arma muito próxima, quase encostada nas vítimas.

Para a Polícia Civil do Piauí, o crime está 90% elucidado, faltando apenas concluir como cada um dos três acusados agiu no processo, quem sumiu com a arma, entre outros pontos. O delegado geral de Polícia, Luccy Keiko informou que os disparos fatais foram efetuados por Guilherme, com a arma emprestada de João Paulo.

Arma no rio

Em depoimento ao delegado Luís Guilherme, os suspeitos João Paulo e Guilherme, que são primos, informaram terem jogado a arma utilizada no crime em um dos rios de Teresina. Entretanto, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, os policiais civis encontraram munições e dois carregadores de pistola 9mm na casa de João Paulo.

Falsos depoimentos

Em seus primeiros depoimentos prestados à polícia investigativa, o delegado Luccy Keiko disse que os acusados haviam combinado de contar a mesma versão e para isso criaram um falso enredo sobre o crime. A história contada foi de que as mortes teriam sido praticadas unicamente por Francisco, que é um idoso. Ele assumiria os crimes e supostamente passaria pouco tempo preso, devido a idade avançada e por não ter até ali antecedentes criminais. 

Entretanto, a mentira não se sustentou durante o curso das investigações. O cunhado de João Paulo, homem identificado como Amauri, foi quem, em um segundo depoimento, apresentou nova versão mais próxima da real, desencadeando o cumprimento de mandados de busca e apreensão e das prisões.

Relembre o caso

Na madrugada do último sábado (13.11.21), Anael e Luian andavam em uma motocicleta e passaram pelo bar Skina do Caranguejo, Depósito Mais e o último sinal que a família conseguiu rastrear dos dois é de que estiveram em uma festa realizada em um sítio. Até então somente a moto em que andavam havia sido localizada.

Já no dia 15, quando Luian completaria 17 anos, os corpos dos dois jovens foram encontrados em estado avançado de putrefação na comunidade Anajás, zona Rural Leste da capital.

Veja abaixo os vídeos sobre as prisões:
https://www.youtube.com/embed/oDy9MAe2e60
https://www.youtube.com/embed/aG_V2E1QxsI
https://www.youtube.com/embed/jcdgISRR1Q8
https://www.youtube.com/embed/a3BtQV5TEso

%d blogueiros gostam disto: