Wellington Dias pode retirar uso obrigatório de máscara após carnaval

obrigatoriedade do uso de máscara em locais específicos poderá ser retirada depois do carnaval. A afirmação é do governador Wellington Dias, que concedeu entrevista nesta segunda-feira, 21, durante a inauguração da Reforma do Semiliberdade – SASC. No local funciona o programa destinado para adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de semiliberdade.

Segundo Wellington, a medida está sendo avaliada e poderá ser anunciada, assim como ocorre em outras regiões que já adotaram a medida. A decisão, com certeza, leva em conta o avanço na vacinação e baixo nível de mortalidade em razão da Covid-19.

Governador disse que medida está em análise e será observada a curva de transmissão, adoecimento e óbito Governador disse que medida está em análise e será observada a curva de transmissão, adoecimento e óbito 

O governador diz que houve melhoramento na pandemia. “Estamos numa curva de queda de casos, com redução do número de casos, de internações e óbitos. Estamos revendo as medidas em várias áreas, como da educação”, disse o governador, declarando que nesta quinta-feira, 24, haverá a fase preparatória para receber os alunos. “Será momento em que professores e servidores da educação vão se preparar para receber os alunos.

“O objetivo é manter uma regra em que haverá restrição para eventos, exatamente para que não tenhamos mais transmissibilidade e, após o Carnaval, há grande possibilidade, já estou tratando com o Fórum dos Governadores, com o Comitê Científico, com o Conselho de Secretários de Saúde dos Estados e Municípios, com o setor privado, para que sejam adotadas medidas de flexibilização que até agora não experimentamos. Então, é possível já, a partir desse acompanhamento pós-carnaval, levando em conta a elevada vacinação, com um baixo nível de transmissibilidade, adoecimento e mortalidade, ter liberado em várias regiões, por exemplo, o uso obrigatório da máscara”, disse, afirmando que isso é um sonho dos piauienses.

Piauí completa 96% de vacina 

Segundo Wellington, não significa que a pessoa deixe de usar a máscara. Mas ela não será submetida a punições. “O uso não será mais impositivo”, disse o governador, declarando que o Piauí está completando 96% de vacinação para o público acima de 5 anos e aproximadamente 86% para o público acima de 5 anos com segunda dose e a segunda posição do Brasil e na área da vacinação da dose de reforço.

Regramento

De acordo com o governador haverá um regramento que está sendo elaborado pelo Comitê Científico. “Essa é uma decisão somente do Piauí. Estamos tratando no Nordeste, estamos tratando no Fórum Nacional dos Governadores“, declara, enfatizando que é real a possibilidade da meta estabelecida de que por volta do dia 15 de março, no Brasil, alcançar mais de 80% de vacinação completada com segunda dose.

“Isso é o que controla o Coronavírus. Por outro lado, estamos nos direcionando para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que tenhamos a aprovação da medicação. Ela ainda é cara e há necessidade de acordo para quebra de patente com os laboratórios para que possamos ter, a exemplo do que ocorre com outros vírus, adoeceu, tom o remédio”, explica.

O governador diz que será publicado um decreto. “Vamos manter as regras de restrição para eventos carnavalescos. Sei que isso incomoda, mas é uma forma de dar o passo seguinte”, diz o governador, enfatizando que todos sonham com o momento em que haverá uma trégua para um caminho de volta para nova normalidade

%d blogueiros gostam disto: