FMS confirma a quarta morte por dengue; óbito de bebê ainda é investigado

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) confirmou nesta quarta-feira (20), a quarta morte por dengue em Teresina. A vítima era um homem, de 38 anos, que faleceu em um hospital do Município na manhã da última segunda (18). A segunda morte suspeita, de um bebê de apenas 1  ano de idade, ainda está em investigação.

Segundo o boletim da Diretoria de Vigilância em Saúde da FMS, até o dia 18 abril, foram notificados 2031 casos suspeitos de dengue na capital, dos quais 895 já foram confirmados e quatro foram a óbito. Além disso, a cidade já registra 74 casos confirmados de chikungunya e seis casos confirmados de zika.

FMS confirma a quarta morte por dengue; óbito de bebê ainda é investigado - Imagem 1

A diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba, alerta a população que em caso de suspeita de dengue a recomendação das autoridades em saúde é que a pessoa procure imediatamente atendimento médico. “Hidrate, hidrate e hidrate. E tem que urinar transparente feito a água que bebe. Então se você está com dor no corpo, dor abdominal, e se quando está deitado e levanta, o mundo roda, por favor procure um serviço de saúde. Temos encontrado muitos casos graves”, explica Amariles.

Piauí registra aumento de 610% em casos de dengue em relação a 2021

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) divulgou, nesta quarta-feira (20), o boletim referente a 15° Semana Epidemiológica. Segundo os dados do documento, o estado registrou um aumento de 610,3% em relação ao número de casos de dengue registrados no mesmo do ano passado. O Boletim ainda aponta um aumento de 4.179,3% no número de casos de Chikungunya.

Os dados chamam a atenção da equipe técnica da Sesapi, que explica a necessidade de uma atuação conjunta do poder público e da população para diminuir o número de novos casos. Ao todo, já foram registrados 4.617 casos prováveis de dengue em 150 municípios no ano de 2022. Em 2021, no mesmo período, foram registrados 650 casos em 56 municípios.

País tem aumento de 95% nos casos de dengue em relação a 2021

Em meio  ainda  a uma situação de atenção com relação ao coronavírus, o Brasil se encontra diante de um outro desafio, que é a dengue. Por todo o país são inúmeros os casos da doença.  O número de casos prováveis de dengue quase dobrou desde o começo do ano. Isso comparado ao mesmo período de 2021. As informações são do boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde.

Consta quase 400 mil casos prováveis de dengue registrados, o que representa um aumento de 95% em relação ao mesmo período do ano passado. Até o momento, são 184 casos para cada 100 mil habitantes neste ano. Segundo declaração da segunda vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Rosylane Rocha, dada a Agência Brasil, dois fatores podem explicar esse aumento considerável.  Dois fatores influenciam, o primeiro o fato da dengue ser uma doença sazonal, que tem maior incidência nos períodos de chuva e calor.

%d blogueiros gostam disto: