Bolsonaro sobre perdão a Silveira: “Me senti orgulhoso e feliz comigo”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, nesta quinta-feira (28/4), ter se sentido “orgulhoso e feliz” consigo mesmo pela graça concedida ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a cumprir pena de 8 anos e 9 meses por cometer atos antidemocráticos. As informações são do Metrópoles.

“Vocês viram durante a semana um ato do presidente da República com uma pessoa que estava sendo injustiçada. Isso que eu fiz não é apenas para aquele deputado, é para todos vocês”, iniciou o mandatário do país em discurso durante cerimônia de regularização fundiária realizada nesta manhã, em Paragominas (PA).

“A nossa liberdade não pode continuar sendo ameaçada. Dizer a vocês que me senti orgulhoso e feliz comigo mesmo pela decisão tomada”, prosseguiu. A graça é um indulto individual que permite ao chefe de Estado perdoar penas impostas a um condenado. Ao anunciar a decisão, Bolsonaro classificou a graça concedida ao deputado como de “extrema importância para a nossa democracia e a nossa liberdade”.

%d blogueiros gostam disto: