Justiça suspende paralisação dos profissionais de enfermagem em Teresina

O Tribunal de Justiça do Piauí, através de liminar do desembargador Ricardo Gentil Eulálio Dantas, decidiu por suspender o movimento de paralização do Sindicato dos Enfermeiros, auxiliares e técnicos em enfermagem do Estado do Piauí (SENATEPI). O desembargador aplicou pena de multa diária no valor de R$ 50 mil em caso de descumprimento da decisão.

Segundo o Tribunal de Justiça do Piauí, o movimento paredista dos profissionais de saúde agrava substancialmente a prestação do serviço público de saúde do município de Teresina e o Estado do Piauí como um todo, em especial tratando-se de período de aumento vertiginoso de dengue, zika e chikungunya, em que necessita de atendimentos de urgência, bem como campanha de vacinação Covid e Sarampo.

Enfermeiros realizaram ato em frente ao HUT na última terça-feira exigindo reajuste salarial - Foto: DivulgaçãoEnfermeiros realizaram ato em frente ao HUT na última terça-feira exigindo reajuste salarial – Foto: Divulgação

Os profissionais de enfermagem reinvidicam o reajuste salarial promovido pelo prefeito Dr. Pessoa (Republicanos). As categorias ficaram de fora do benefício, sancionado no mês passado pelo chefe do executivo teresinense. 

Na última terça-feira (3), os enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem que integram os quadros de servidores da prefeitura de Teresina fizeram um protesto na frente do Hospital de Urgência da capital (HUT) e ameaçaram  deflagrar uma greve.

Liminar decide suspender movimento de paralisação do SenatepiLiminar decide suspender movimento de paralisação do Senatepi

Documento foi assinado pelo desembargador Ricardo Gentl Eulálio Dantas Documento foi assinado pelo desembargador Ricardo Gentl Eulálio Dantas 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: