Ciro diz que houve “crime lamentável”, mas há outro crime lamentável: “envolver o presidente”

Na manhã desta segunda-feira (11) o ministro da Casa Civil Ciro Nogueira tratou sobre o assassinato do guarda municipal petista Marcelo Arruda, morto quando comemorava 50 anos em aniversário temático com peças do PT e imagens do ex-presidente Lula.

O autoria do crime é atribuída a um bolsonarista que teria ido ao local duas vezes, a segunda atirando.

Para Ciro houve “um crime lamentável”. Porém, para o ministro, outro “crime lamentável é envolver o presidente [Jair Bolsonaro] no episódio”. 

“Um crime lamentável aconteceu? Aconteceu sim. Agora outro crime lamentável é envolver o presidente no episódio: distorção, manipulação. O PT, que condenou tanto Alberico, deveria hoje lhe pedir desculpas”, tuitou. 

%d blogueiros gostam disto: