Nova condenação: ex-prefeita de Altos Patrícia Leal é condenada pelo TCE por transição fantasma

Ex-prefeita Patrícia Leal, de Altos, inaugurou a modalidade de transmissão fantasma do cargo

A ex-prefeita de Altos, Patrícia Leal, foi condenada pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE, na manhã desta terça-feira (12), por se negar a entregar documentos públicos na transição municipal de governo. O valor da condenação aplicada à ex-gestora pela Corte de contas é de 300 UFR.

Junto à condenação o conselheiro-relator do processo TC/016173/2020, Jackson Veras, determinou apensamento ao processo de prestação de contas do exercício de 2020 da ex-prefeita Patrícia Leal.

Ainda em dezembro de 2020, decisão do juiz Ulysses Gonçalves Neto, da Vara Única da Comarca de Altos, intimou a ex-prefeita Patrícia Leal a entregar num prazo de 24 horas ao novo prefeito eleito os documentos de transição da gestão, o que não ocorreu. Com isso o juiz sentenciaria a ex-prefeita por improbidade administrativa e ao pagamento de multa de até 10 salários mínimos por seus atos prejudiciais à prestação de serviços essenciais pela municipalidade.

Em janeiro de 2021, o Ministério Público do Estado do Piauí instaurou inquérito civil público por meio do seu Promotor de Justiça Paulo Rubens Parente Rebouças para apurar o apagão administrativo de documentos e informações à Comissão de Transição da atual gestão no município de Altos.

Ao chegar para assumir a prefeitura de Altos, no dia 1º de 2021, o atual prefeito de Altos, Maxwell da Mariínha, encontrou a prefeitura fechada. A ex-prefeita havia sumido e se negado a entregar as chaves. O prefeito Maxwell da Mariínha precisou contratar um chaveiro e declarou em suas redes sociais: “A prefeitura será reaberta ao povo altoense”.

Até o momento a atual gestão do prefeito Maxwell da Mariínha trabalha sem quaisquer documentos ou informações repassados pela gestão da ex-prefeito Patrícia Leal, o que ainda prejudica a vida do município em diversos setores da administração.

%d blogueiros gostam disto: