Saiba quem é o piauiense encontrado morto na sede da Caixa em Brasília

Sérgio Ricardo Faustino Batista, diretor de Controles Internos e Integridade da Caixa, que encontrado morto na noite desta terça-feira (19/07), no edifício-sede do banco, em Brasília, é natural de Teresina/PI. Ele tinha 54 anos.

Segundo a Caixa, ele ingressou no banco em 1989 através de aprovação em concurso público. Economista por formação, ele tinha mais de 25 anos de experiência de na área de Controles Internos e Risco.

Sérgio Ricardo Faustino Batista
Sérgio Ricardo Faustino Batista    Reprodução

Sérgio Ricardo assumiu a Diretoria Executiva Controles Internos e Integridade após aprovação em processo seletivo, no dia 9 de março deste ano.

O diretor do DECOI continuou no cargo mesmo após a demissão de Pedro Guimarães. Antes de iniciar o cargo mais recente, Sérgio havia feito parte da equipe que assessorava o gabinete de Guimarães.

Ele foi graduado em Economia na Universidade Católica de Brasília, com conclusão em 1999. MBA Executivo em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), pós-graduado em Estatística Aplicada pela Universidade de Brasília (UNB) e foi mestre em Economia pela Universidade Católica de Brasília.

Corpo encontrado na Caixa

Sérgio foi encontrado morto na parte externa do prédio da Caixa por vigilantes de plantão. A Polícia Federal foi acionada e as informações preliminares da investigação indicam que o caso trata-se de suicídio.

Sérgio Faustino Batista tinha relação direta com o recente escândalo sexual que ocorreu na Caixa Econômica, em que o agora ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, foi denunciado por assediar sexualmente funcionárias do banco.

Prédio da Caixa Econômica Federal em Brasília
Prédio da Caixa Econômica Federal em Brasília    Marcelo Camargo/Agência Brasil

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda especializada como o CVV e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

O CVV (https://www.cvv.org.br/) funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

%d blogueiros gostam disto: