Escândalo: Zito é denunciado por cobrança fraudulenta de procedimentos médicos

GIL SOBREIRA, DO GP1

João Luis Lopes de Sousa, Zito, o Ministério Público Federal, através do procurador da República Alexandre Assunção e Silva, denunciou, em ação civil por improbidade administrativa, o ex-prefeito de Água Branca, João Luis Lopes de Sousa, conhecido “Zito”, a ex-secretária de Saúde do município, Zayra de Paiva Sousa e os médicos Francisco Vanderlandio Carolino, Francisco Joceane Tavares, Everson Barbosa Magalhães, Diego Carolino Marques Vilmar e Francisco Vilmar Filho.

A ação, ajuizada em 08 de março de 2013, foi originada de Procedimento Administrativo que investigou a cobrança fraudulenta de procedimentos médicos e também por não possuírem título de especialista. 

O processo possui um volume e onze apensos e foi distribuído a 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí. 

A reportagem do GP1 tentou falar com o ex-prefeito Zito para comentar a denúncia, mas o telefone celular do mesmo estava desligado.