Governo anuncia programa de combate às drogas

O Governo do Estado vai reforçar a segurança no interior do Piauí. Os municípios mais distantes dos batalhões serão o alvo do trabalho da polícia. A ideia partiu de uma reivindicação dos prefeitos para combater o crescimento do consumo e da comercialização de drogas; o crack é a maior preocupação.

A Polícia Militar e a Polícia Civil estão preparando um conjunto de operações para atender estes municípios. Serão blitzen periódicas e cumprimentos de mandado de prisão. O prefeito de Cristino Castro, Zacarias Dias, explica que o problema é critico e que os jovens estão se destruindo nas drogas.

“Aqui não tem dia nem hora para ver gente consumindo drogas, todo mundo sabe quem vende e quem usa, mas ficamos de mão atadas para resolver o problema. Pedimos a ajuda do governador e ele prometeu resolver este problema social, que não deixa de ser da saúde pública também”, disse Zacarias.

O governador Wilson Martins explicou a situação das cidades piauienses que sofrem com as drogas. “Precisamos enfrentar esta situação gravíssima que são as drogas no interior do Piauí, vamos combinar com os comandos policiais e pedir para trabalharem para tirar a droga das nossas cidades, é preciso do apoio de todos, inclusive da população para sairmos desta situação que é um problema nacional”.

Para o município de Cristino Castro, Wilson Martins disse que vai autorizar um trabalho para conter o uso das drogas e que vai autorizar a criação de um pelotão mirim para cem crianças. O projeto já contempla oito mil crianças, sete mil na capital e mil nas cidades de Batalha e Angical. “Nossa meta é levar o Pelotão Mirim a 100 cidades e expandir o alcance de nossas ações, proporcionando as crianças de todo o Piauí a oportunidade de terem uma formação cidadã consistente e alertá-las sobre os riscos das drogas, especialmente do crack”, explica o coronel J. Oliveira, coordenador estadual da Polícia Comunitária e Cidadã da PM.

%d blogueiros gostam disto: