Teresina: Metrô atropela e mata um homem no bairro Ilhotas

O pintor Valdeci Morais da Silva, 43 anos, morreu após ser atropelado pelo metrô de Teresina por volta das 12h10 desta quinta-feira (4). O irmão da vítima, Manuel Batista da Silva Filho, conta que Valdeci era alcoólatra, foi internado várias vezes no hospital Areolino de Abreu e estava sofrendo com crises de abstinência nos últimos dois dias. “Quando ele tem crise, fica perambulando e não ouve ninguém”, declarou. 
 
Um homem, identificado como Valdecir, foi atropelado pelo metrô de Teresina nesta quinta-feira (4). O acidente aconteceu por volta das 12h10, no bairro Ilhotas, zona sul da capital.
 
Segundo informações de populares, o jovem morava no residencial Murilo Resende. O corpo de Bombeiro está no local. As circunstâncias da morte ainda serão apuradas.
 
O maquinista Aderson Luiz Nascimento disse que avistou o rapaz a cerca de cem metros e buzinou, mas o jovem continuou caminhando de costas. “A 25 metros, ele se virou e abriu os braços, esperando a pancada. Aplicamos todos os freios e não houve condição de impedir o impacto. Parece que foi intencional”, descreveu.
 
O corpo da vítima está intacto, mas preso na frente do trem. Os bombeiros aguardam a chegada da perícia criminal. Será utilizado um aparelho chamado expansor para suspender a frente do veículo e retirar o rapaz. 
 
 
 
 
Irmão da vítima.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fluxo de pessoas pelos trilhos não é limitado.