Após decisão judicial, Oscar aparece como jogador do SP

Oscar voltou a aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) como jogador do São Paulo. A CBF cumpriu a decisão da 16ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região de São Paulo e restabeleceu no início da noite desta quarta-feira (21) o vínculo desportivo do jogador com o Tricolor.

A CBFcomunicou ao São Paulo (veja documento abaixo) que o atleta não mais possui condição de jogo por outra agremiação. Por isso, o meia já tinha sido cortado da partida entre Internacional e The Strongest, na Bolívia, pela Taça Libertadores.

– Ainda não houve contato com o advogado do jogador. Mas acreditamos que ele instrua seu cliente para se apresentar ao São Paulo, pois é o que deve ocorrer – disse João Paulo de Jesus Lopes, vice-presidente do Tricolor.

Oscar foi revelado nas categorias de base do clube paulista. No entanto, entrou em litígio com a direção tricolor e conseguiu a rescisão contratual em junho de 2010. Logo depois, assinou contrato com o Internacional, time em que ganhou projeção nacional.

Em 8 de fevereiro, porém, o TRT-SP reviu a decisão e deu ganho de causa ao Tricolor na briga pelos direitos sobre de Oscar. No entanto, o texto do acórdão deixou margem a dúvidas. Por isso, a CBF não alterou o registro do meia, que seguiu no Inter.

O contrato de Oscar com o clube do Morumbi venceria em dezembro deste ano. Caso não queira retornar ao São Paulo, o atleta deverá pagar a multa rescisória, que é de R$ 9,5 milhões. O atual vínculo do meia com a equipe gaúcha se encerra no dia 24 de agosto de 2016. Oscar ainda pode recorrer.

Após o jogo do Inter com o The Strongest, na Bolívia, o presidente Giovanni Luigi falou rapidamente sobre o caso:

– Temos remédios para tratar a questão. O jurídico sabe os caminhos que têm de seguir.

%d blogueiros gostam disto: