Estudante grava vídeo sobre compra de votos e é ameaçada na porta da escola

A menor de iniciais M.A.O.B. que gravou um áudio de uma visita feita a sua casa por integrantes da coligação do prefeito Edilson Sérvulo, de Barras-PI,  foi ameaçada na manhã desta Quarta-feira (24) na porta da Unidade Escolar Gervásio Costa, onde estuda. Barras situa-se a 210 Km ao norte de Água Branca e 120 Km ao norte de Teresina, tem 46 mil habitantes.

Segundo as testemunhas presentes, a pessoa que a ameaçou era uma mulher e usava aparelho nos dentes. A menina ficou em estado de choque porque não imaginou que, ao exercer seu direito cidadão de denunciar um suposto crime eleitoral pudesse sofrer retaliações.

A Gerente Regional de Educação, Liliana Carcará, ao saber da ameaça feita a adolescente na porta da escola e uniformizada caracterizou o fato como de muita gravidade. “O  Art. 70 do Estatuto da Criança e do Adolescente diz que é dever de todos prevenir a ocorrência de ameaça ou violação dos direitos da criança e do adolescente. Nós da GRE vamos tomar todas as atitudes para, juntamente com os órgãos competentes, Conselho Tutelar e Ministério Público, proteger esta menina que tinha em mente uma única coisa: colocar em prática o que ela aprende em sala de aula, que é ser ético, cidadão. Não pode ser punida por isso. Ao contrário, tem que ser exaltada pela coragem de denunciar o que está errado”, declara a gerente.

Após o ocorrido, a adolescente se encontra protegida e amparada.

Saiba mais…

A equipe jurídica da coligação da oposição vai apresentar ao Tribunal Regional Eleitoral, áudio do que pode se configurar compra de voto por uma equipe de trabalhadores da coligação que quer reeleger o prefeito Edilson Sérvulo (PSD). O áudio foi gravado durante as caminhadas que o prefeito está realizando pela cidade de Barras. Pelas falas, dá para ouvir que o prefeito chega no momento da visita e é apresentado para a dona da casa.

A pessoa que fala com uma adolescente de 16 anos e pede seu voto diz ser jornalista. O áudio é bem grande, mas foi reduzido para que o leitor pudesse ouvir com mais rapidez. A voz masculina oferece dinheiro para a menina comprar um lanche. Ela se nega a receber e ele insiste.

O áudio está sendo amplamente divulgado pelas redes sociais e foi  dessa forma que chegou ao conhecimento da imprensa.

Se comprovada a autenticidade, pode-se concluir que a tentativa de compra de voto é prática comum durante esta campanha e as pessoas que estão fazendo devem ser punidas, já que a ação pode estar envolvendo recursos públicos, impostos dos cidadãos, o que piora muito mais o quadro.

Vale ressalta que a compra de votos é uma prática eleitoral ilegal e condenável, não necessariamente explícita, de adquirir votos em troca de bem ou vantagem de qualquer natureza, inclusive empregos, funções públicas, presentes e influências políticas.

clique no link a seguir e ouça o áudio.

WhatsApp Audio 2016-08-23 at 23.16.49

%d blogueiros gostam disto: