Parnahyba é goleado pelo CSA e vira motivo de piada na internet: de Tubarão no Piauí e Sardinha Paraguaia em Alagoas!

Ao ser goleado pelo CSA na noite desta Terça-feira, 22 de Agosto, por 4 a 0, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o Parnahyba deu adeus à possibilidade de disputar a Copa do Nordeste 2018. O jogo foi transmitido pela TV para todo o Brasil. O vice-campeão piauiense de 2017 já havia perdido o primeiro jogo e precisava vencer para ter alguma chance. O CSA ficou com a vaga que os dois disputavam ao derrotar o Tubarão nas duas partidas. Na verdade o CSA foi dono absoluto do jogo e não venceu por uns 10xo devido a boa atuação do goleiro Naílson.

Daniel Costa abriu o placar em cobrança de falta, aos 39 minutos, e antes que o time piauiense pudesse ensaiar alguma reação, Edinho ampliou depois de boa jogada de Marcos Antônio. Na fase final a dose se repetiu, com mais dois gols do time alagoano: novamente Daniel Costa, desta vez de pênalti, e Daniel Ângulo. 

Com a modificação no regulamento da competição, o Piauí tinha assegurada apenas a vaga do campeão, Altos, que agora será nosso único representante na competição, já que o Parnahyba tirou a outra vaga do futebol piauiense.

 
Quando joga contra times do Piauí o Parnahyba Sport Club se porta como um Tubarão quase indomável, mas quando joga contra clubes de outros estados não passa de uma sardinha paraguaia… Historicamente perde feio!



FICHA TÉCNICA

CSA 4×0 PARNAHYBA (Pré-Copa do Nordeste – 2° jogo); Data: 22/08/2017 (terça-feira à noite); Local: Estádio Rei Pelé (Maceió – AL); Arbitragem: Paulo Sérgio Moreira, auxiliado por Antônio Fernando Santos e Antônio Adriano de Oliveira (todos do Maranhão)

Gols: Daniel Costa (falta) 39 e Edinho 41 do 1° tempo; Daniel Costa (pênalti) 40 e Daniel Ângulo 44 do 2°.

Cartões amarelos: Boquita, Celsinho (CSA), Naylson e Pio (PAR).

CSA – Mota; Celsinho, Thales, Jorge Felipe e Raul Diogo; Dawhan, Edinho, Boquita (Didira) e Daniel Costa; Michel Douglas (Daniel Ângulo) e Marcos Antônio (Caíque). Técnico: Ney da  Matta

Parnahyba – Naylson; Thiago Granja, André, Renan e Barata (Dênis); Ramon, Fred, Juninho Pindaré (Pio) e Jefferson Maranhense (Júnior); Genesis e Fabinho. Técnico: Nivaldo de Oliveira Lancuna.
%d blogueiros gostam disto: