Prefeitura e CDL/ASCOM planejam parceria em Oeiras

Na pauta, a adesão da Prefeitura ao cartão de crédito OeirasCard, uma ferramenta proposta pela CDL/ASCOM

O prefeito José Raimundo e membros da nova diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas e Associação de Comércio Oeirense (CDL/ASCOM) estiveram reunidos nesta segunda-feira, 05, na sala de reuniões do Paço Municipal.

Na pauta, a adesão da Prefeitura ao cartão de crédito OeirasCard, uma ferramenta proposta pela CDL/ASCOM para fomentar as vendas no comércio local. Com o cartão, os servidores municipais terão acesso ao crédito, podendo dispor de até 30% do seu rendimento mensal para fazer compras em empresas associadas à instituição. “A implantação do OeirasCard para os servidores da Prefeitura vai fortalecer o comércio local. Além disso, é uma alternativa às notas promissórias, que é um dos grandes desencadeadores da inadimplência local”, afirma Último Campos, presidente da CDL/ASCOM.

Segundo ele, a nova ferramenta de compras permite um maior controle financeiro às empresas e aos consumidores. “Isso vai modernizar as relações de consumo em Oeiras, gerando benefícios tanto para o consumidor quanto para o município”, acrescenta Campos.

José Raimundo avaliou positivamente o projeto e disse que o encaminhará para apreciação do Setor Jurídico da Prefeitura. Após aval do Jurídico, a Prefeitura formalizará a adesão.

O encontro com a classe empresarial foi intermediado pela secretária Carla Martins, titular da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio. “Essa parceria da CDL com a Administração Municipal já vem de longa data. Adquirimos uma certa sensibilidade para trabalhar com este setor e, com a posse da nova diretoria, abrimos esse canal com a Prefeitura. Estamos abertos para apoiar e hoje demos o ponta pé iniciar para novas parcerias com a CDL/ASCOM e classe empresarial”, ressalta a secretária.

Também esteve na pauta do encontro a revisão dos feriados e pontos facultativos no município de Oeiras. Segundo a CDL/ASCOM, eles causam prejuízos nas vendas do comércio local. Por recomendação do prefeito, o assunto será encaminhado à Câmara Municipal para posterior debate.

Comentários estão fechados.