SIM promove curso de boas práticas em segurança alimentar em Oeiras

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM), em parceria com o Sebrae, está promovendo, durante toda esta semana, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, um curso de boas práticas em segurança alimentar, em Oeiras.

A capacitação é destinada a representantes de empresas que trabalham com comercialização de alimentos de origem animal. “O objetivo é que as empresas da cidade melhorem a qualidade do que é comercializado para oferecer maior segurança alimentar ao consumidor”, comenta o biólogo e consultor do Sebrae, Jean Rocha, que ministra o curso.

Além do Sebrae, as secretarias municipais da Agricultura e de Indústria e Comércio são parceiras na realização da capacitação. O coordenador do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), João Carvalho, diz que, através da parceria com o Sebrae, outras capacitações serão oferecidas aos comerciantes de produtos de origem animal em Oeiras.

Não vamos ficar apenas neste curso de boas práticas e higienização de alimentos. Vamos trazer capacitações sobre manipulação e cortes de carnes, como abater de forma correta os animais. E o Sebrae é nosso grande parceiro nestes cursos. Nosso objetivo é sempre oferecer um produto de boa qualidade aos consumidores oeirenses”, comenta o coordenador do SIM, João Carvalho.

Serviço de Inspeção Municipal (SIM)

Implantado em outubro de 2017, pela Prefeitura de Oeiras, o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) regulamenta a prévia inspeção e fiscalização dos produtos de origem animal, destinados à comercialização no município.

Vinculado à Secretaria Municipal da Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o SIM é composto por uma equipe multiprofissional, formada por dois médicos veterinários, técnico de Vigilância Sanitária, engenheiro agrônomo e agente de inspeção.

O órgão concede a agroindústrias, estabelecimentos de produtos cárneos e outros estabelecimentos que comercializam produtos de origem animal o certificado de concessão do selo SIM, que garante a qualidade dos produtos comercializados.

Comentários estão fechados.