Com 43 novas pessoas incluídas no Bolsa Família, Prefeitura de Padre Marcos orienta beneficiários do programa

A Prefeitura de Padre Marcos por meio da Secretaria de Assistência Social,  realizou na manhã desta terça-feira, 23, uma reunião com os novos beneficiários do programa Bolsa Família.

O evento aconteceu na sede da referida Secretaria e teve como  objetivo informar e esclarecer as dúvidas aos novos beneficiários sobre as condicionalidades do Bolsa Família, os procedimentos do programa e outras orientações que as famílias devem ficar atentas para continuarem a receber o benefício.

Durante o encontro, o técnico do Bolsa Família no município, Ozieldo Pinheiro, o Eldin, repassou diversas informações sobre o programa. Ele esclareceu sobre os direitos e deveres das famílias e orientou os beneficiários a serem transparentes com relação ao cadastro.    “Estamos trabalhando com foco na informação, mantendo o beneficiário atento para que ele não venha prejudicar a si próprio”, destacou o técnico.

O prefeito Valdinar Silva, em seu pronunciamento, destacou a importância do programa Bolsa Família para a economia local e parabenizou as famílias pela conquista. “O Bolsa Família é a terceira maior fonte de renda da população de Padre Marcos. Fica atrás apenas das aposentadorias e da Prefeitura, por isso temos  realizados esforços para fazer um trabalho que vai ao encontro das famílias mais necessitadas”, disse.

O gestou informou que desde que assumiu a gestão, foram incluídas 350 novas pessoas no programa de transferência de renda.  Ele ainda falou das prioridades para ser contemplado com Bolsa Família e agradeceu toda a equipe da Assistência Social, pelo trabalho desenvolvido junto as famílias.

A secretária de Assistência Social, Lucicleide Dias, falou sobre importância das famílias cumprir com as condicionalidades do programa, como por exemplo,  manter o cartão atualizado, manter os filhos na escola, e a importância de fazer o desligamento voluntário caso a família  melhore sua renda para  não correr o risco de ter que devolver o benefício recebido de forma irregular”, disse.

Fonte: Cidades na Net

%d blogueiros gostam disto: