Terapeuta afirma que crianças estão precisando de palmadas: falta de limites gera delinquência

0

Quando nos voltamos para nossa infância, é provável que nos lembremos daquelas frases tão típicas de nossas mães: “Você vai ver só quando seu pai chegar”, “espere para chegar em casa e você verá”.


Estas simples frases eram a antessala que muitas vezes levava a uma punição, a mais recorrente, palmada. Agora que nos tornamos pais, é hora de nos perguntarmos: faz bem dar umas palmadinhas nos filhos? Educação e disciplina não têm nada a ver com a aplicação da violência; De fato, a violência física e doméstica é um ato que repudiamos. Mas uma palmada, pode ser considerada uma atitude violenta de um pai em relação a um filho? Até que ponto isso é bom ou ruim?

Quer saber o que a terapeuta Denise Dias pensa sobre a educação das crianças? É um assunto que tem diferentes pontos de vista. Quando se trata de educar nossos filhos, cada pai tem o poder de fazer do seu jeito.
Esta terapeuta nos diz que as crianças precisam levar palmadas para serem educadas. Preste muita atenção ao que Denise nos diz.
Como explicar a uma criança a maneira correta de agir? A dúvida, comum a muitas mães, divide especialistas.
Mas há um ponto em que todos parecem concordar agora: bater para educar seria pouco eficaz e traumático para a criança. Poucos seguem outra linha de raciocínio.

Terapeuta Denise Dias