Equipes socioassistenciais da SAAD Sudeste realizam aplicação de questionários na região


Equipes de assistência social da Gerência de Habitação (GHAB) da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Sudeste (SAAD Sudeste) estiveram, hoje (01), visitando famílias de baixa renda em diferentes bairros da região, realizando a aplicação de um questionário socioeconômico. Foram seis residências visitadas nos bairros Comprida, Extrema, Francisco Marreiros, Parque Poty e Colorado.

O objetivo da ação é organizar uma lista com o cadastro de residências aptas a receber o serviço de limpeza de fossas executado por empresa contratada pela Prefeitura Municipal de Teresina. O questionário traz questões que buscam desenvolver um diagnóstico social das famílias, com questões relacionadas à renda, escolaridade, condições de moradia, etc.

A primeira etapa do processo, que pode ser realizada por qualquer pessoa, é a solicitação presencial, por telefone ou online do serviço. Em seguida, a assistência social faz uma visita à residência para constatar se ela atende aos critérios do projeto. Sendo selecionada e tendo o seu cadastro efetivado, a residência recebe, em um período de até trinta dias, a execução da limpeza.

“Nós atendemos a dezenas de solicitações desse tipo por mês para domicílios de toda a zona sudeste. Geralmente, são famílias carentes que não possuem condições para realizarem esse serviço tão essencial sozinhas e, para atender essa demanda que é tão grande, a SAAD executa uma programação diária de visitas para efetivação do cadastro e acompanhamento da execução dos trabalhos”, destaca a gerente de habitação da SAAD Sudeste, Samara Cunha.

As famílias interessadas em receber a limpeza de fossa podem entrar em contato com a equipe socioassistencial das SAADs e solicitar a execução do serviço. Os critérios de seleção se baseiam no nível de renda dos moradores e/ou em condições de saúde dos mesmos. O rendimento mensal não pode ultrapassar dois salários mínimos e residências com moradores idosos ou com deficiências físicas e mentais possuem prioridade.

Deixe um comentário