Seleção do Campeonato Piauiense Sub-17 é apresentada no TV Nils Esporte

O Campeonato Piauiense Sub-17 terminou na última Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018 e teve o Piauí Esporte Clube como campeão. Assim como o Piauizão Vibrante, o Fluminense Esporte Clube chegou invicto à final da competição, caindo apenas na cobrança de penalidades. A competição promovida pela Federação de Futebol do Piauí – FFP contou com 16 clubes.

A TV Nils, através da nossa equipe de reportagem do TV Nils Esporte, fez cobertura de todos os jogos e deu ampla divulgação no nosso programa esportivo que vai ao ar pela internet toda Segunda-feira, das 19 às 20 horas e é apresentado por Reinaldo Barros Torres e Nilson Santos. Nesta Segunda-feira, 29 de Outubro, a Seleção do Piauiense Sub-17 foi apresentada no TV Nils Esporte com a presença do melhor treinador (Juniel Chaves, do Fluminense-PI), do melhor goleiro (William, do Fluminense-PI) e de um dos dois melhores meias (Balotelli, do Fluminense-PI).

Assim como nas demais competições promovidas pela FFP, o Piauiense Sub-17 também elegeu os melhores da competição. A Seleção do Campeonato Piauiense Sub-17 foi formada através da votação de treinadores e profissionais da imprensa esportiva que estiveram presentes em todos os jogos. Veja os eleitos:

1 – William, goleiro do Fluminense-PI: mostrando sempre muita segurança e autor de grandes defesas, o goleirão do Fluminense do Piauí  sofreu apenas seis gols em toda competição e disputou todos os jogos.

2 – Joaz, lateral-direito do Fluminense-PI: atleta técnico e de muita força, foi bom no combate e subia muito bem ajudando o ataque, quando necessário.

3 – Giovani, zagueiro do River-PI: atleta muito técnico, de ótima estatura o que lhe favorecia marcar gols. É um zagueiro de muita habilidade e força.

4 – João Vitor, zagueiro do Piauí: com estilo xerifão, saia jogando muito bem com a bola, tendo uma excelente impulsão. Foi um dos responsáveis por seu time sofrer apenas quatro gols na competição e ter a zaga menos vazada.

5 – Marllon, primeiro volante do Krac Esporte Clube: exímio “roubador” de bola, unindo essa ótima característica a uma distribuição de bola que ruma a perfeição.

6 – Jesus Vitor, lateral-esquerdo do Piauí: uma das unanimidades no Campeonato Piauiense Sub-17 de 2018, para muitos foi “o melhor jogador do Estadual”. Atleta extremamente técnico ao ponto de provocar poucas faltas e bom driblador, conseguiu fazer um trabalho de distribuição de bola ao ponto de muitos perguntarem se ele “era meia ou lateral”.

7 – Balotelli, meia do Fluminense-PI: jogador com ótima visão de jogo, bom batedor de faltas, dinâmico dentro de campo e sempre protagonista de jogadas inteligentes, que geralmente terminaram em gol.

8 – João Fernando, segundo volante do Piauí: capitão do seu time, jogador de raça, técnica apurada, “roubou” e distribuiu a bola muito bem.

9 – Ermerson, atacante do Piauí: artilheiro do Campeonato Piauiense Sub-17, com seis gols em seis jogos disputados. Tem boa colocação na área e dribles desconcertantes, que geralmente envolvem por completo o adversário. Jogador de técnica apurada e boa impulsão.

10 – Daniel, meia do Piauí: também eleito uma das unanimidades da competição. Jogador muito habilidoso, ótimo driblador, dono de passes perfeitos, marcou dois gols no estadual e deu assistência para cerca de 90% dos gols marcados por seus companheiros de equipe.

11 – André Junior, atacante do Piauí: vice-artilheiro do Campeonato Piauiense Sub-17 de 2018, com cinco gols marcados em cinco jogos disputados. É um jogador inteligente que usa sua impressionante categoria como mola mestra para movimentar o ataque, com jogadas que geralmente terminam em gol. Com um ótimo posicionamento tático, parecia que a bola o procura dento de campo e não ele a bola.

TÉCNICO: Juniel Chaves, do Fluminense-PI: tornou-se vice-campeão, mas seu time saiu invicto da competição, perdendo o título na cobrança de penalidades. Na final, viu o seu time jogar quase todo segundo tempo com um atleta a menos, conseguindo segurar o forte ataque do Piauí com uma ordenação técnica e tática impressionante. Durante a competição fez o Fluminense-PI melhorar jogo após jogo até chegar à final de forma exuberante.

AUXILIAR-TÉCNICO: Ayslan Santos, do Piauí Esporte Clube. Com sua experiência na atuação em clubes amadores de Teresina, foi um grande mestre nos bastidores do time campeão piauiense e um forte aliado do treinador Kennedy Gomes na conduta do elenco. Foi também Ayslan Santos que aproximou do Piauí Esporte Clube nove atletas que fizeram a diferença. Destes, seis tornaram-se titulares.

PREPARADOR FÍSICO: Cláudio Alberto, do Fluminense-PI. Fez com o seu time manter uma regularidade impressionante no condicionamento físico em todos os jogos. Na final, mesmo com um jogador a menos em quase todo o segundo tempo, o Fluminense-PI não cansou e seus atletas pareciam que “se multiplicavam em campo”.

MASSAGISTA: Carlão, do Fluminense-PI. Profissional dos melhores no Estado do Piauí, conhecedor profundo do trabalho que executa sempre com zelo, razão pela qual tem feito a diferença.

COORDENADOR TÉCNICO: José Ronaib de Araújo, do Fluminense-PI. Ótimo nos bastidores, sempre atento a tudo que relacionado ao seu clube. Detalhista e exigente fez a diferença na montagem do time vice-campeão Sub-17 de 2018.

DIRIGENTE: Eufrasio Neto, presidente da Associação Desportiva 29 de Abril Esporte Clube.  Muito criterioso, trabalhou muito bem as adversidades e falta de apoio em sua cidade, Cabeceiras do Piauí. Trouxe seu time para os jogos em Teresina sempre muito organizado, com caravanas de torcedores, atletas almoçando e jantando em bons restaurantes e muito bem vestidos tanto fora como dentro de campo. O 29 de Abril chegou às semifinais de forma brilhante e só perdeu um jogo em toda competição.

Comentários estão fechados.