Piauí: Convênio de R$ 303 milhões para seca deve ser assinado nesta sexta

Um convênio entre o Governo do Estado do Piauí e o Governo Federal para obras emergenciais de prevenção à seca, no valor de R$ 303 milhões, deve ser assinado, nesta sexta-feira (9), durante uma reunião entre a presidenta Dilma Rousseff e governadores da região Nordeste. O encontro acontecerá em Salvador (BA), na Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).
 
A previsão é que vários convênios sejam assinados com os estados que sofrem com a seca, dentro do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, o PAC Prevenção, lançado, no mês de agosto, em Brasília. O Piauí tem quatro projetos pré-enquadrados dentro do PAC Prevenção. Veja lista:
 
– Barragem e Adutora dos Milagres (R$ 190 milhões), beneficiando Santa Cruz dos Milagres, São João da Serra, São Miguel da Baixa Grande, Prata do Piauí e São Felix do Piauí;

– Sistema Adutor de Bocaina/Piaus II (R$ 76,84 milhões), que passará por Bocaina, Sussuapara, Picos, Alagoinha do Piauí, Monsenhor Hipólito, Francisco Santos e Santo Antônio de Lisboa;
 
– Adutora Padre Lira (R$ 19,10 milhões), beneficiando Dom Inocêncio, povoado Moreira e comunidades circunvizinhas;
 
– Variante do primeiro trecho da Adutora do Garrincho (R$ 18 milhões), favorecendo São Raimundo Nonato, Coronel José Dias, São Lourenço, Dirceu Arcoverde, Várzea Branca, Anísio de Abreu, Jurema e São Braz.
 
A presidenta já garantiu a liberação dos recursos, restando apenas a oficialização com a assinatura dos convênios. De acordo com o governador Wilson Martins, todas essas obras podem ser executadas em até um ano e meio, como sugerido pelo Governo Federal. Ao todo, 22 municípios piauienses devem ser beneficiados. Esses recursos são de liberação imediata.
 
Em todo o país serão investidos R$ 18,8 bilhões em prevenção, monitoramento e mapeamento de áreas de risco, além de atendimento emergencial. Do total, R$ 15,6 bilhões são para ações preventivas, sendo R$ 5,6 bilhões com liberação imediata para estados que passaram, recentemente, por estiagem (caso do Piauí) ou enchente.