Thalita Lippi diz que sua personagem em ‘Guerra dos Sexos’ a transformou

A personagem que Thalita Lippi interpreta em “Guerra dos Sexos” tem lapidado o caráter da atriz. A forma durona e mandona com a qual Thalita enfrentava a vida ganhou um quê de doçura e leveza com Lucilene.  “Acho que estou mais doce por causa da Lucilene, que é superpositiva e doce. Hoje continuo com a mesma espontaneidade, mas estou menos mandona. Sempre tive aquela coisa de chegar chegando e agora, não. Faço isso com mais doçura”, diz ela.

Para dar veracidade ao sotaque da secretária de “Guerra dos Sexos”, que mora em São Paulo, a atriz recorreu aos parentes paulistas, que nunca receberam tanta ligação da prima ‘paurioca’. “Quando quero, falo que nem eles, com sotaque . Pois nasci em São Paulo e vivi até os três anos lá. Desde então moro no Rio. Conversar com eles reavivou o meu sotaque”. Thalita também precisou emagrecer para viver Lucilene, o que não foi difícil para ela. Quando era adolescente, a ex-BBB chegou a pesar 90kg e desde então sua vida é estar numa eterna dieta. “Já cheguei a vestir manequim 46. Hoje visto 36”. Sua boa forma é mantida com a ajuda de um personal e reeducação alimentar. “É duro resistir às delícias do Projac, viu!”

Incorporar a secretária criada pelo escritor Sílvio de Abreu na novela das sete foi um caminho arduamente trilhado por Thalita, que se tornou famosa ao integrar o “Big Brother Brasil 8”. Bem antes de ir para o reality show, ela era uma pessoa insatisfeira. Abandonou um emprego como assistente de produtora cultural do SESC de Madureira e saiu pela Europa com uma mochila nas costas. Na volta, ingressou no programa da Rede Globo dirigido por Boninho.

Do tempo de ex-sister sobrou em Thalita muito orgulho e algumas amizades. “A exposição no ‘BBB’ me trouxe muitas coisas benéficas. Claro que quando deixei o programa enfrentei preconceitos. Muita gente não queria ver uma ex-BBB representando seus produtos em propaganda e por isso perdi trabalhos. Mas eu compreendo e não culpo ninguém. Só sei que até hoje sou muito grata ao Boninho por ele ter me lançado”.

Dos amigos que fez no reality show, ela destaca Thati Bione, Felipe e o Dr. Marcelo. Esse último é seu companheiro de samba. “Somos portelenses e vamos juntos a todos os eventos da Portela. O último foi a feijoada da escola de Madureira. Damos muitas gargalhadas juntos”.

A filha da atriz Nádia Lippi e neta do cineasta Nélson Pereira dos Santos não esperou sentada a chance de brilhar na carreira artística. Paralelo aos trabalhos que fazia como atriz de teatro, Thalita vendia perfumes e capinhas de celular para pagar o aluguel do apartamento que divide há três anos com uma amiga em Ipanema, na Zona Sul do Rio. No momento, quem a sustenta é Lucilene, com que vive um tórrido caso de amor. “Conquistei uma vida que sempre quis! É o começo de algo que sempre sonhei”.