O condutor do ônibus envolvido se apresenta na segunda-feira

O condutor do ônibus envolvido no acidente desta quinta-feira (13/06) deve se apresentar na delegacia de Amarante na próxima segunda-feira. Ele fugiu do local onde morreram três pessoas, entre elas duas estudantes da UESPI, depois que o ônibus onde estavam os estudantes colidiu de frente com um Celta.

Segundo o inspetor B. Oliveira, a Polícia Rodoviária Federal ainda não conseguiu a identificação do mesmo, mas entrou em contato com o proprietário do ônibus. “Fomos até as cidade de Água Branca e Regeneração. Nossa equipe conseguiu localizar o proprietário do veiculo. Fomos informados de que o condutor está abalado com o que aconteceu e na segunda, ele ficou de se apresentar”, disse ao 180graus por telefone.

O PRF lembra que o prazo do flagrante, que é de 24h, se excedeu às 14h de hoje, conforme o horário registrado do acidente. “Neste caso, ele deverá se apresentar à polícia, e como o acidente foi em Amarante, é a delegacia da cidade que ele deve procurar”, informou.

O acidente ocorrido na tarde de ontem comoveu os piauienses. Carla Juliete de Moura Costa e Francisca Caroline Pereira Barbosa, estudantes da Universidade Estadual do Piauí do pólo de Amarante, não conseguiram sair das ferragens após a colisão e acabaram tendo seus corpos carbonizados. A terceira vítima é o mecânico Evandro Rodenberg Pereira de Oliveira.

A estudante Maria da Cruz Rodrigues é a única que ainda continua internada no Hospital de Urgência de Teresina. Ela é uma das sobreviventes da tragédia que aconteceu na tarde desta quinta-feira (13/06). A aluna da UESPI teve o braço amputado. Segundo informações da assessoria do HUT, a jovem teve o membro praticamente ‘esmagado’ pelos escombros. Mesmo com os esforços, ela teve de passa pela cirurgia de amputação.

Em entrevista à TV Clube, o agente da PRF, Bruno Dias, informou que pelos vestígios e marcas deixadas no local do acidente, foi possível identificar que a colisão se deu na faixa onde seguia omicroônibus. “Ainda será produzido o laudo da perícia, mas é possível perceber que o Celta invadiu a pista onde seguia o microônibus”, disse o PRF.

Ele informou ainda que as testemunhas, que presenciaram o acidente, relataram que o motorista do microônibus saiu ileso e caminhando do veículo após a colisão. As informações divulgadas ainda ontem, era de que o microonibus teria invadido a faixa contraria, mas as marcas de arraste na pista evidenciam que a colisão aconteceu na faixa da direita, ou seja, mão para o microônibus e contramão para o Celta.

ACIDENTE MATA ESTUDANTES DA UESPI

Francisca Caroline Pereira e Carla Juliete morreram na horaFrancisca Caroline Pereira e Carla Juliete morreram na hora

Evandro Rodemberg, condutor do Celta, trabalhava como mecânico e era bastante conhecidoEvandro Rodemberg, condutor do Celta, trabalhava como mecânico e era bastante conhecido