Grave acidente deixa dois mortos, próximo à cidade de Altos.

Um grave acidente na BR 343, em Altos, por volta das 2h da manhã deste domingo (16/06), em local conhecido por ‘Descida do Caranguejo’, resultou na morte de Luis Ferreira da Costa Júnior, natural de Guadalupe, e da menor N.G.S.S., 15 anos, que residia no Bairro Tranqueira, em Altos. As vítimas seguiam no banco da frente de um Hyundai vermelho, que era dirigido por Daniquércio Luan da Silva Pereira, 25 anos, que sobreviveu e, segundo a PRF, apresentava nítidos sinais de embriaguês.

O veículo, que participava de uma competição de som automotivo na noite anterior, em Altos, travou o velocímetro em 200km/h, momento em que colidiu frontalmente com uma D-20, de propriedade do Senhor Mário Bibiano, gerente de uma loja de móveis e eletros, em Altos.

Segundo a PRF, pelas circunstâncias do acidente acredita-se que Daniquércio Luan tenha invadido a faixa e, em altíssima velocidade, ocasionado o acidente. Mário Bibiano ficou preso às ferragens e precisou ser retirado do veículo com a ajuda do corpo de bombeiros. A menor também ficou presa às ferragens. A outra vítima fatal foi arremessada distante do veículo. O IML recolheu os corpos por volta das 4h da manhã.

O acidente que matou Luis Ferreira da Costa Júnior, natural de Guadalupe, e a menor N.G.S.S., 15 anos, que residia no Bairro Tranqueira, em Altos, pode ter sido potencializado pela alta velocidade mostrada pelo velocímetro do Veloster, carro que estavam as vítimas.

ALTA VELOCIDADE

Na primeira foto abaixo, que é reprodução do portalaltos.com, mostra o velocímetro parado com o ponteiro marcando 200km/h. Embora o trecho do acidente, que é conhecido como ‘Descida do Caranguejo’, seja uma reta, a velocidade mostrada pelo velocímetro é muito acima do permitido na rodovia, o que potencializa o acidente.

 

SUSPEITAS DE EMBRIAGUÊS


Também há suspeitas de que o homem que conduzia o carro estaria embriagado e teria invadido a pista contrária, colidindo frontalmente com o carro D-20, que era dirigida pelo Senhor Mário Bibiano, gerente de uma loja de móveis e eletros, em Altos.

DETALHES DA TRAGÉDIA

Outra informação é de que no momento do acidente, havia nos bancos da frente três pessoas, o motorista em sua cadeira e no banco do passageiro duas pessoas, as duas vítimas.

No Facebook de Luís Júnior há a informação de que ele estudou na Faculdade Santo Agostinho. Ele também gostava de som, de competição de som.

Já Nayla Sales era estudante.

(*) com informações do 180graus