Três homens devem ser indiciados por morte de homem durante seresta em Água Branca – PI

Além do autor do disparo que matou Jalder Geovane, na madrugada de quinta-feira (07), outros suspeitos de participar do crime também deverão ser indiciados, diz advogado da família.

Três homens deverão responder pelo assassinato de Jalder Geovane, morto a tiros durante uma seresta realizada na Rua Fortaleza, na madrugada da ultima quinta-feira (08) em Água Branca – PI, na Região do Médio Parnaíba. Segundo o advogado da família que não quis se identificar, além do autor do disparo que matou o Jalder, outros dois suspeitos de disparar contra ele também devem ser indiciados.

Jalder Geovane foi baleado na cabeça durante uma seresta. O caso está sendo investigado pela 11ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Água Branca – PI, que tem como Delegado Regional, Ricardo Moura Lemos de Oliveira, com endereços na Rua Adalberto Santana, S/N, Centro, Água Branca, CEP: 64.460-000. Telefone: (86)3282-1060 E-mail: aguabranca.dp@pc.pi.gov.br, Circunscrição dos municípios de Água Branca, Hugo Napoleão, Olho D’Água do Piauí, Lagoinha do Piauí, São Pedro do Piauí, Agricolândia, São Gonçalo do Piauí e Santo Antônio dos Milagres.

Temendo retaliações alguns populares que presenciaram o crime, revelaram os nomes dos suspeitos, porém, não se identificaram. “Houve mais disparos e, em se confirmando que saíram da arma do [segundo suspeito], ele também respondera pelo homicídio, ainda que não tenha acertado, já o terceiro suspeito e acusado de arquitetar o crime”, explicou o advogado da família.

Os suspeitos da morte de Jalder Geovane, já respondem na justiça, por porte ilegal de armas, roubo, assassinato e trafico de drogas. A polícia investiga ainda a relação do grupo com roubos realizados em Água Branca e região.

“Há outros crimes e fatos que serão apurados nos próximos dias no decorrer do inquérito, em que as condutas criminosas serão bem individualizadas”, afirmou o advogado.

O corpo de Jalder Geovane foi sepultado ainda na noite do dia 07 no cemitério São José, localizado no centro de Água Branca – PI, o velório aconteceu na casa dos pais do homem. Durante a cerimônia, amigos e familiares deram o ultimo adeus ao homem.

Passado o feriadão, será protocolado em regime de urgência, junto ao fórum da comarca de Água Branca – PI, pedido de liminar, solicitando a prisão preventiva dos suspeitos, em razão de oferecerem perigo à sociedade.

Conforme a polícia, parte dos suspeitos do assassinato, tem uma extensa ficha policial, que inclui tráfico de drogas, roubos e tentativas de homicídio. Por esses crimes eles acabaram presos, chegou a cumprir pena no semiaberto, mas estão soltos.