Mãe e filha de 12 anos tinham caso amoroso com dois homens em Parnaíba-PI. Mãe foi presa!

O flagrante foi realizado por policiais militares do Grupamento Especializado a Criança, ao Idoso e a Mulher (GAECIM) da Polícia Militar de Parnaíba, cidade distante 320 Km ao norte de Teresina. Um homem identificado como Rafael Soares de Souza, de 32 anos, foi preso na noite de Segunda-feira, 30 de Outubro, após ser denunciado que há quatro dias mantinha relacionamento sexual com uma criança de 12 anos, com o consentimento da mãe da criança, que também transava com os dois homens!

Segundo o delegado Eduardo Aquino, que estava de plantão na Central de Flagrantes de Parnaíba, a avó paterna da garota flagrou o homem na casa da família no Bairro João XXIII na companhia da mãe e dos dois homens.

“Os homens são primos e segundo informações te, caso com mãe e filha. Na delegacia de polícia, a menor nos confirmou os atos libidinosos, inclusive disse que o Rafael lhe fez sexo oral e ela fez nele. A mãe de nome Cândida Rosa Amorim estava acompanhando o procedimento na central de flagrantes, mas decidi prendê-la também, pois ficou comprovado que ela tinha conhecimento desse envolvimento sexual da filha de apenas 12 anos”, explicou o delegado Eduardo Aquino.

Rafael de Souza foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. Já a mãe foi indiciada como co-autora do crime. Ambos serão transferidos para a Penitenciária Mista de Parnaíba nos próximos dias.

“Autuei a mãe porque ela foi omissa. Ela tem o dever de proteção da filha. A alegação dela é que o Rafael é um rapaz bom e trabalhador, mas isso não é justificativa para um homem de 32 anos transar com uma menina que acabou de completar 12 anos. Inclusive foi relatado pela garota também que elas são como se fossem amigas. Saem costumeiramente para bares à noite em Parnaíba e não possuem essa relação de mãe e filha”, concluiu o delegado.

Mãe solteira, Cândida Rosa alimenta as estatísticas nacionais de que 69,6% das crianças brasileiras que se envolvem com crime ou estão se prostituindo, são filhas de mães solteiras ou separadas dos maridos, a maioria delas – como Cândida Rosa, não sendo referência moral para as filhas ou filhos. A degradação moral da mulher brasileira também tem causado distúrbios na família e na sociedade.