Estado quer pagar ICMS devido às prefeituras em cinco parcelas

O valor deduzido da conta do ICMS que é rateado entre as prefeituras piauienses, quando do sequestro de R$ 48 milhões autorizado pelo Tribunal de Justiça das contas do Estado, até agora não foi recomposto.

São R$ 24 milhões, que chegariam às contas das prefeituras no mês de outubro.

Apesar de todos os apelos, os gestores – que estão no limite do prazo para o pagamento do 13º salário – ainda sofrem para corrigir esse déficit. Mas, se depender do Estado, somente em 2019 os prefeitos vão começar a “ver a cor” deste dinheiro.

A proposta da Fazenda Estadual é pagar o devido às prefeituras em cinco parcelas, a começar por janeiro.

“Isso compromete muito as contas”, avalia o secretário de Finanças da Prefeitura de Teresina, Francisco Canindé.

Comentários estão fechados.