Internos do Programa Semiliberdade participam de vivência sobre o Carnaval


Buscando desenvolver ações que possam evidenciar o desenvolvimento do repertório cultural e social, a equipe de coordenação do Programa de Semiliberdade, da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) desenvolveu uma programação diversificada para o período de Carnaval dos adolescentes. Para tanto, foi realizado um planejamento de forma multidisciplinar para se trabalhar o tema “Carnaval é Cultura” durante a semana de 13 a 17 de fevereiro.

“Sendo o Carnaval a festa popular que melhor caracteriza a alma brasileira, o estudo dessa rica atividade proporcionou aos alunos maior interação com a cultura popular brasileira, sua história e significado”, explicam a coordenadora do Semiliberdade, Odaisa de Jesus, e a pedagoga Odilene Azevedo.

 

Entre as competências estabelecidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o repertório cultural tem papel fundamental para a inclusão dos estudantes nas manifestações culturais e artísticas presentes na sociedade.

A vivência educativa foi desenvolvida por meio de práticas diversificadas como espaços para a liberdade criativa, interação entre os pares, autoexpressão, pesquisas, construção de murais e painéis decorativos, confecção de máscaras, produção de brincos carnavalescos, além de apoiar a construção da identidade e o respeito à diversidade.

 



Deixe um comentário