Piauí abre série “Turismo nos Rios Brasileiros” do Ministério do Turismo


O Ministério do Turismo (Mtur) lançou, nesta semana, a série “Turismo nos Rios Brasileiros”, que aborda os principais afluentes do Brasil, apresentando as belezas naturais, culturais e históricas que cercam alguns dos maiores rios nacionais, entre eles os do Piauí, com destaque para os rios Poti e Parnaíba.

Única capital nordestina a não ser banhada pelo mar, Teresina tem no encontro dos rios Poti e Parnaíba um dos grandes atrativos turísticos do estado, sendo lugar de passagem obrigatória para quem visita. Conhecida como uma das cidades mais verdes do país, Teresina é composta por diversos espaços naturais, como o Parque Municipal do Encontro dos Rios. Outro ponto em destaque da série é a Ponte Estaiada João Isidoro França e seu mirante que dá vista para toda a cidade e para o rio Poti.

“No local, o turista também poderá conhecer o artesanato piauiense, como o Polo Cerâmico e, claro, provar a Cajuína, bebida mais popular do Piauí, feita a base de caju e também a floresta fóssil do Brasil, que fica numa área urbana com itens datados há cerca de 280 a 270 milhões de ano. Nas Américas, os troncos fossilizados achados nessa floresta só são encontrados na capital piauiense e no Parque de Yellowstone, nos Estados Unidos”, destaca a matéria.

Outros atrativos importantes abordados pela série são o Cânion do Rio Poti, situado principalmente nos municípios de Buriti dos Montes, Castelo do Piauí e Juazeiro do Piauí; e o Delta do Parnaíba, com suas dezenas de ilhas, dunas e muitas opções de passeios para conhecer as belezas naturais da região.

Teresina entre Rios
Recentemente, a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) patrocinou o Projeto Teresina Entre Rios, um evento que fomentou as práticas esportivas e culturais na capital piauiense e chamou a atenção dos teresinenses e turistas sobre a importância dos rios Poti e Parnaíba.

O projeto buscou trabalhar a sustentabilidade por meio do ecoturismo e do turismo de base comunitária, sendo inclusive indicado como finalista do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, apoiado pelo Ministério do Turismo.

Fonte: Site do Ministério do Turismo



Deixe um comentário