Banco do Brasil é assaltado e bando utiliza carro furtado da prefeitura

A agência do Banco do Brasil da cidade de Gilbués, distante 799 quilômetros de Teresina, foi assaltada na madrugada deste domingo (8). De acordo com levantamento do Sindicato dos Bancários do Piauí, este é o 12º ataque a banco registrado no Estado em 2018.

A Polícia Militar estima que um grupo de seis a 12 assaltantes praticou a ação criminosa em Gilbués. O coronel Márcio Oliveira, comandante de Policiamento do Semiárido, informou que todo dinheiro levado pelos bandidos foi tingido pelo sistema antifurto dos caixas eletrônicos, o que acabou frustrando o assalto. As portas de vidro e o teto do banco foram danificados com as explosões.

“A quadrilha inicialmente tentou serrar os caixas da agência. Como não conseguiram, os bandidos explodiram os terminais eletrônicos e o sistema tingiu as cédulas”, conta o comandante. Niguém ficou ferido na ação.

Em diligência, a Polícia Militar encontrou dois veículos na cidade de Barreiras, distante 30 quilômetros de Gilbués, que teriam sido utilizados pelos bandidos. Um dos carros, um Fiat Pálio de cor Vermelha, foi roubado da prefeitura de Gilbués.

“Foram encontradas próximo aos veículos cédulas tingidas e equipamentos utilizados no assalto como explosivos, pé de cabra, e a suspeita é de que o carro tenha sido utilizado pelos bandidos”, informou o coronel Márcio.

A Polícia ainda está investigando como ocorreu o furto dos veículos e testemunhas serão interrogadas.

Neste momento diligências estão sendo realizadas no intuito de capturar os assaltantes. Pelo modus operandi desta quadrilha, a PM suspeita que o assalto tenha sido praticado pelos mesmos bandidos que assaltaram o Banco do Brasil de Simplício Mendes, na última sexta-feira (6).

Câmeras de segurança devem auxiliar as investigações policiais.

Comentários estão fechados.