Corpo de um homem é encontrado com olho furado e um tiro na cabeça

José Holanda de Araújo é acusado de ter matado Carlos César Cardoso da Silva, também em Barras, na noite do dia 1º de Maio de 2018, no Bairro Vila França, onde ele hoje foi assassinado. No último dia 20 de Abril, José Holanda de Araújo foi também preso em Barras por porte ilegal de arma de fogo e roubo, mas sem as ações devidas e necessárias da Justiça, continuava solto.

Na manhã desta Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018, um corpo de um homem foi encontrado num matagal no Bairro Vila França, zona norte de Barras, cidade piauiense distante 120 Km ao norte de Teresina. Alvejado com um tiro na cabeça e com o olho direto furado o homem foi identificado como sendo José Holanda de Araújo, conhecido popularmente como “Dedé”.  José Holanda de Araújo é acusado de dois homicídios acontecidos este ano em Barras.

Informações preliminares passadas pela polícia a reportagem do MPiauí, dão conta de que o assassinato por ter sido ocasionado por “acerto de contas”, como se chama vulgarmente no mundo crime um ato praticado por vingança e por um desafeto.

José Holanda de Araújo é acusado de ter matado Carlos César Cardoso da Silva, também em Barras, na noite do dia 1º de Maio de 2018, no Bairro Vila França, onde ele hoje foi assassinado. No último dia 20 de Abril, José Holanda de Araújo foi também preso em Barras por porte ilegal de arma de fogo e roubo, mas sem as ações devidas e necessárias da Justiça, continuava solto. Ainda pesa sobre José Holanda de Araújo a acusação de ter matado um homem conhecido como João Filho, na própria residência do morto, situada na Vila João Paulo II, enquanto realizavam um churrasco regado a bebidas alcoólicas.

Com todo esse histórico criminoso, fica a pergunta: o que anda mesmo fazendo a Justiça em Barras?

A cidade de Barras sofre uma onda de violência nunca vista e que só tem se agravado. A ausência do Estado tem contribuído para isso.

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up e atividades ao ar livre

Comentários estão fechados.