Mãe suspeita de matar recém-nascidos é solta por falta de laudo e testemunhas

A mulher identificada como Hildelene de Sousa Lima, 26 anos de idade, foi liberada após ter sido detida por suspeita de ter jogado os dois filhos recém-nascidos em uma região de mato para ocultar a gravidez.

Segundo reportagem da TV Meio Norte, o delegado se recusou por falta de documentos, laudo e testemunhas, realizar a prisão em flagrante da mulher.

A mulher recebeu alta do hospital, e deve ser conduzida para à cidade de origem onde o delegado deve fazer a portaria para investigar se houve de fato o infanticídio.

    Foto: Reprodução/ TV Meio Norte  

O caso chocou a população por conta da ação da mulher, ao supostamente deixar o casal de recém-nascidos no mato.

Segundo caso semelhando em dois dias
Na cidade de Cocal, uma jovem que também escondeu a gravidez, abortou e tentou velar o cadáver do recém nascido, mas o velório foi interrompido pela polícia para que fosse feita a perícia.

Comentários estão fechados.