Bolsonaro critica valor ‘absurdo’ pago pela Caixa em publicidade e quer revisar contratos

Jair Bolsonaro usou o Twitter para anunciar que irá revisar todos os contratos de patrocínio e publicidade da Caixa Econômica Federal.

O presidente eleito ainda apontou como “absurdo” os gastos na ordem de R$ 2,5 bilhões ao longo de 2018.

A revisão dos contratos irá ainda alcançar, segundo Bolsonaro, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Brasil, da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República.

“Assim como já estamos fazendo em diversos setores, iremos rever todos esses contratos”, ressaltou o presidente eleito.

O atual presidente da Caixa é o piauiense radicado Nelson de Souza, cuja indicação foi reivindicada pelo senador Ciro Nogueira (PP), quando Gilberto Ochi deixou o cargo para assumir o Ministério da Saúde no governo Temer.

Tomamos conhecimento de que a Caixa gastou cerca de R$ 2,5 bilhões em publicidade e patrocínio neste último ano. Um absurdo! Assim como já estamos fazendo em diversos setores, iremos rever todos esses contratos, bem como os do BNDES, Banco do Brasil, SECOM e outros.

14,3 mil pessoas estão falando sobre issoInformações e privacidade no Twitter Ads

Comentários estão fechados.