Com dificuldade para manter associados Diretoria da APPM se reúne para deliberar ações da instituição

No dia 29 de janeiro de 2019, a diretoria da APPM esteve reunida em seu primeiro compromisso de trabalho, que contou com a presença dos gestores dos municípios de Água Branca, Jonas Moura, Santo Inácio do Piauí, Tairo Moura Mesquita, Sebastião Leal, Angelo Pereira de Sousa , Padre Marcos, Jose Valdinar da Silva, Batalha, João Messias Freitas Melo, Milton Brandão,Expedito Rodrigues de Sousa, Castelo do Piauí, José Magno Soares da Silva, Simplício Mendes, Heli de Araujo Moura Fe, São Raimundo Nonato, Carmelita Castro, São João do Arraial, Benedita Vilma Lima, Cocal de Telha, Ana Célia da Costa Silva , Valença, Maria da Conceição Cunha Dias, Marcolândia, Francisco Pedro de Araujo, Demerval Lobão, Junior Carvalho e Murici dos Portelas, Ricardo Sales.

Na abertura dos trabalhos, o presidente da instituição municipalista, Jonas Moura, fez a apresentação das receitas e despesas da entidade aos colegas presentes, assegurando a implantação de um plantão jurídico permanente aos municípios associados. A APPM também pretende estabelecer uma agenda com o governador do Estado, ocasião em que será discutida a questão dos convênios com os municípios piauienses. Além disso, a diretoria deseja realizar reuniões regionais como forma de facilitar a integração com as municipalidades, difundindo seus serviços e levando conhecimento através da Escola dos Municípios do Piauí. Outra pauta debatida foi o parcelamento de débitos das prefeituras junto à Equatorial Energia, onde a APPM estará intensificando o apoio às municipalidades através de um canal mais direto e funcional com a concessionária.

Para o presidente da APPM a reunião foi proveitosa e marca o início de um trabalho que será realizado em conjunto e pautado no compromisso e a experiência de todos que compõem a diretoria.

“Hoje demos um passo importante na deliberação de muitas pautas municipalistas, e todos que compõem essa diretoria estão dando sua contribuição para melhorar os serviços desta casa em prol dos seus associados. Vamos estabelecer um diálogo com o governo do Estado e todos os órgãos necessários ao bom desenvolvimento dos municípios, porque entendemos ser necessária uma resposta em relação a muitos problemas que inviabilizam as gestões. Conhecemos a dificuldade que os municípios têm para honrar seus compromissos e nosso principal objetivo é fazer da APPM uma entidade funcional e que efetivamente represente o municipalismo”, conclui o gestor.

Lembrando que o principal desafio da nova diretoria e restar o grande percentual de municípios desfiliados da associação ao longo dos anos.

Comentários estão fechados.