Roberto Castello Branco aceita convite para presidir a Petrobras no governo Bolsonaro

O economista Roberto Castello Branco aceitou o convite para presidir a Petrobras no governo Jair Bolsonaro. A informação, segundo a Rede Globo, foi confirmada pela assessoria do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

Roberto, que faz parte da equipe de transição, já passou pelo Conselho de Administração da Petrobras e é diretor no Centro de Estudos em Crescimento e Desenvolvimento Econômico da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Tem pós-doutorado pela Universidade de Chicago e ocupou cargos de direção no Banco Central e na mineradora Vale.

O novo presidente assumirá no lugar de Ivan Monteiro, que está desde junho no comando da estatal, quando Pedro Parente – ao fim da greve dos caminhoneiros – deixou a Petrobras questionando a política de reajustes adotada em meio às negociações.4

Comentários estão fechados.