Prefeitura inicia estudos para construir padaria comunitária no Parque Piauí


Reunião da SEMDUH com a SAAD Sul (Foto: Ascom/SEMDUH)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) e da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas da Zona Sul (SAAD Sul), iniciou a elaboração de um projeto para a construção de uma padaria comunitária no bairro Parque Piauí. O objetivo do empreendimento é dar condições de melhor aprendizado aos alunos dos cursos de formação da Fundação Wall Ferraz (FWF).

“A padaria comunitária é um pedido do nosso prefeito, Doutor Pessoa, para facilitar o treinamento de alunos da Fundação Wall Ferraz. Estamos desenvolvendo, discutindo sobre o formato mais adequado para nossa realidade e para os equipamentos que serão utilizados. Estamos estudando outras cidades que utilizam esse dispositivo. Certamente é de alto interesse para a comunidade e para a gestão. Vale a pena investir nisso”, considera o secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira.

A primeira reunião para discutir o projeto foi realizada na manhã desta quinta-feira (9), na sede da SEMDUH. Além do secretário Edmilson Ferreira e do superintendente executivo da SAAD Sul, Isaac Samuel, estiveram presentes a arquiteta Jhamille Almeida e o assistente técnico João Pedro.

Segundo o superintendente executivo da SAAD Sul, os primeiros levantamentos do projeto e as reuniões com as secretarias parceiras já estão em andamento. “Estamos fazendo agora o estudo técnico preliminar para a elaboração do projeto executivo, levando em consideração as necessidades que devem ser sanadas. Fizemos ontem o levantamento aereofotogramétrico da área com drone, estamos também realizando o levantamento do domínio da área onde será executado o empreendimento e a próxima etapa é o alinhamento das secretarias”, explica.

A padaria comunitária será construída em uma área institucional, nas proximidades da Praça da Integração e da Unidade Básica de Saúde do Parque Piauí. Além da SEMDUH, da SAAD Sul e da FWF, o projeto envolverá também a Vigilância Sanitária, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e a Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST).

Deixe um comentário