Wesley Safadão e Thyane são indiciados por vacinação irregular

O cantor Wesley Safadão, a esposa Thyane Dantas, e mais seis pessoas foram indiciadas, nesta quarta-feira (29/09), por irregularidade na vacinação contra a Covid-19. O inquérito foi enviado ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A informação é do G1 CE.

Os indiciados deverão responder na Justiça do estado pelos crimes de peculato e infração de medida sanitária.

Segundo a Polícia Civil, as penas somadas podem chegar a 13 anos de prisão. Sabrina Tavares, produtora do cantor, foi indiciada somente pelo crime de infração de medida sanitária.

As investigações indicaram que três servidores públicos da Secretaria da Saúde do Município (SMS) de Fortaleza “foram os responsáveis pelo sucesso da vacinação do trio”, conforme a polícia. Eles contaram com o apoio e participação de mais duas pessoas, que não atuavam no governo municipal.

A polícia relatou em nota que “ficou caracterizado que a vacinação das três pessoas investigadas decorreu de um prévio ajuste entre elas, uma pessoa próxima ao cantor e uma outra pessoa, que por sua vez, possuía contato com os três servidores públicos, descartando a hipótese de coincidência despropositada e/ou falha, a título de culpa, das pessoas que trabalhavam no local”.

%d blogueiros gostam disto: