Água Branca apresenta 44 casos de denque

O monitoramento sobre a incidência da dengue está sendo intensificado em 41 municípios do Piauí, em que a prevalência da doença é maior onde há risco de epidemias. Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde atestam que houve uma redução de 50,4% no número de casos notificados na primeira semana de abril, em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro até então, já foram registrados 2.749 casos de dengue, enquanto em 2011 esse número era de 5.542.

Teresina ainda ocupa o primeiro lugar do ranking, com 1528 notificações. Apesar da redução, a diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Telma Evangelista, destaca que o Estado ainda apresenta condições favoráveis para a proliferação do mosquito. “Precisamos contar com a colaboração da população. Cada um deve cumprir com o seu papel”, completa. Ela chama a atenção, por exemplo, para os cuidados com o lixo.

A diretora acredita que a redução na notificação de casos é resultado do monitoramento constante e da utilização de um novo sistema, o Liraa (Levantamento Rápido de Infestação por aedes aegypti), do Ministério da Saúde. “Com ele podemos identificar onde a proliferação de mosquito está maior e intensificar as ações. Estamos intensificando as ações nos 41 municípios em situação de risco, o que não quer dizer que os demais municípios não estão sendo assistidos”, explica.

As cidades com maior incidência de notificações são Sebastião Leal (12 casos), Água Branca (44 casos), São Rai-mundo Nonato (155 casos), Beneditinos (96 casos), Floriano (187 casos), Teresina (1.528 casos), Piripiri (103 casos), Pio IX , (50 casos), José de Freitas (53 casos), Caracol (63 casos), Campo Maior (18 casos), Jurema (11 casos), Oeiras (74 casos), Pedro II (32 casos), Picos (24 casos) e Ribeiro Gonçalves (24 casos).

No início do ano, o Ministério da Saúde aprovou 41 projetos municipais contra a dengue, garantindo um adicional de R$ 1,6 milhão para a execução das ações. No país, 1.159 cidades foram selecionadas.

%d blogueiros gostam disto: