Operação conjunta da Policia Militar e Policia Civil de Água Branca prende Traficantes

Os portais de notícias acessepiaui.com.br, mpiaui.com e tribunadebarras.com conseguiram, com várias matérias publicadas, chamar atenção das autoridades estaduais para a problemática do uso e tráfico de drogas em Água Branca quando cognominaram a cidade de “Capital da Cocaína do Piauí”. 

A partir daí as polícias militar e civil passaram a programar operações especiais para Água Branca. A primeira foi realizada semana passada e a segunda está sendo realizada nesta terça-feira (14). Dados da polícia revelam que Água Branca é a cidade do Piauí com maior quantidade de usuários de cocaína.

A Delegacia Regional de Água Branca, com o apoio do delegado Tales Gomes e dos distritos de Palmeirais, Barro Duro, Amarante, Demerval Lobão, Monsenhor Gil e Inhuma, além da 2ª Cia/3ºBPM, na pessoa do tenente Viana, totalizando 35 policiais, deflagrou na cidade a operação Purificação nesta terça-feira (14). Foram cumpridos seis mandados de prisão e nove de busca e apreensão. Entre os presos está a idosa M. F. de O. 60 anos, acusada de chefiar o tráfico em um dos bairros da cidade. 
 
Segundo o delegado regional de Água Branca, Jetan Pinheiro, a senhora já tem constatada a comercialização de drogas. “Colhemos vários depoimentos que comprovam que ela é uma traficante. Está tudo constatado nos autos”, informou. 
 
Os demais presos são homens B. da C. S., R. A. da S., F. da S. P., M. J. R. de S. e C. P. de Q. O titular da Delegacia Regional informa que os envolvidos chefiavam o tráfico em diversos bairros da cidade. “A operação foi composta por várias equipes que atuaram em várias regiões ao mesmo tempo”, descreve.
 
Foram apreendidos aproximadamente 200g de maconha, várias bicicletas na casa de um dos acusados no bairro Compasa, joias, relógios e celulares em outra residência no bairro Nova Brasília, que seriam produtos trocados por entorpecentes e seis projéteis de revólver calibre 38 e três punhais. 
 
“O tráfico de drogas estava tomando proporções assustadoras em Água Branca. De sete a oito meses, estamos intensificamos as apreensões e prisões. Todos os meses prendemos dois ou três acusados. Estamos há mais de um ano investigando esses crimes. Resolvemos desencadear essa operação para prender os chefes da droga. Vai dar uma diminuída considerável no tráfico em Água Branca. Essa é apenas a primeira de várias operações que vamos realizar”, avisa o delegado Jetan Pinheiro.

LEIA ABAIXO TRECHO DA REPORTAGEM DA TV CIDADE VERDE/SBT COM O DELEGADO DE POLÍCIA DE ÁGUA BRANCA. EXIBIDA NO SUMERICO.

Tv Cidade Verde: Trata-se de uma organização criminosa ou de criminosos que agiam de forma individual?

Del. Jetan Pinheiro: Eles agiam de forma individual eles pegam a droga que vem de Teresina em questão de horas, mas especificamente em uma noite em um determinado veículo que nós já identificamos, ele vem e faz a distribuição do material para o tráfico. Antigamente tinha um traficante de renome aqui em Água Branca, só que como ele morreu, já no fato dele ter morrido houve uma distribuição havendo assim uma disputa de poder para a toma de lugar do mesmo, mas ninguém conseguiu ainda domar o outro portanto ainda não existe ainda essa organização.

Tv Cidade Verde: Significa que eles são rivais ?

Del. Jetan Pinheiro: Não. Eles usam a técnica da “boa vizinhança”  é mais lucrativo para ambos.

Tv Cidade Verde: Quer dizer que eles agiam em consonância, havia fatias de mercado para cada um. Uma espécie de acordo?

Del Jetan Pinheiro: Eles se encontravam em lugares comuns, até mesmo num churrasco e daí faziam a distribuição da Droga.

Ainda com toda essa operação regional existe ligação entre outros estados afirma o Delegado Tales Gomes. “O tráfico aqui na cidade tem elos com outros estados. O chamado Bruno da Coló está sendo acusado por ser esse elo. Apesar de ser um novato dentro dessa investigação presidida pelo delegado Jetan onde na casa do mesmo (Bruno) foram encontradas a Maconha aproximadamente 200g onde nos arquivos já constava uma condenação realizada no DF, mostrando assim a ligação. Onde à suspeita de que o produto ilícito pode está vindo do DF e por meio de tantas rotas presentes na cidade seja um meio fácil para a passagem até a capital do Piauí Teresina.”

Lista das pessoas apreendidas:

Maria Francisca de Oliveira

Bruno da Conceição Silva (Bruno da Coló)

Ronildo Alves da Silva

Francisco da Silva Pereira (Chico Neto)

Marques Jean Rodrigues de Sousa (Meio Quilo)

Cleanto Pereira de Quadros.