Apresentador denuncia “esquema” no governo do Piauí para contratar montadora de hospital no Verdão

Apresentadores de programa de rádio do Grupo Meio Norte foram tirados do ar porque um deles, Paulo Brito, denunciou uma suposta transação entre o governo do Estado (através de Viviane Moura, das PPPs) e um empresário permissionário de PPP para trazer uma empresa paulista montadora de hospital de emergéncia no ginásio de Esportes Verdão.

Num áudio, Paulo Brito, comentarista de programa matinal da MN, avisa que vai denunciar a suposta falcatrua no rádio “nem que o Paulo Guimarães se dane”, referência ao dono do Sistema de comunicação Meio Norte.

Em outro áudio aparece o promotor de Justiça Benigno Filho amplificando a denúncia de Paulo Brito e também fazendo suas críticas e insinuações sobre supostas patifarias praticadas no governo do Piauí.

Fonte: Portal AZ

%d blogueiros gostam disto: